Mata, I. (2016) “Literatura Angolana: Dizes-me coisas amargas como os frutos: da dicção no feminino à ciência dos lugares e dos tempos”, Revista ECOS, 3(2). Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/1021 (Acessado: 13 agosto 2022).