[1]
S. Boz, “O DISTANCIAMENTO ENTRE ARTE, HISTÓRIA E MILITÂNCIA NO TEATRO POLÍTICO ANGOLANO: A Corda e A Revolta na Casa dos Ídolos de Pepetela”, ECOS, vol. 17, nº 2, dez. 2014.