[1]
M. L. Faria Batistote e A. L. Tavares da Silva, “A REDE SOCIAL FACEBOOK E O SUJEITO INDÍGENA: UMA ANÁLISE DISCURSIVA”, ECOS, vol. 17, nº 2, dez. 2014.