[1]
J. da Luz e T. F. Amaro, “Direito e reconhecimento sociolinguístico dos povos indígenas no Brasil: caminhos e descaminhos dos povos que não cansam de (re)existir”, Even. Pedagóg., vol. 11, nº 2, p. 451–469, set. 2020.