O discurso sobre língua materna e língua nacional: traço de uma colonização linguística

Divino Alex Rocha-de-Deus, Eliana de Almeida

Resumo


A partir da articulação entre a História das Ideias Linguísticas (HIL) e a Análise de Discurso, este trabalho toma como questão a formulação que determina o ensino da Língua Portuguesa como língua materna, conforme materializada na Matriz de Competências e Habilidades do Ensino Médio. Dada a relevância do documento ao nortear as práticas de ensino no Brasil, busca-se refletir sobre o modo como as políticas de línguas intervêm sobre e como produz sentidos para sujeito aluno. Com as noções de língua materna e língua nacional em Payer (2006; 2007; 2009; 2016) e em Guimarães (2005), o texto propõe um percurso de leitura em que problematizamos o conceito de língua materna em funcionamento no ensino e analisamos as consequências desta posição para o saber metalinguístico do aluno no ensino médio.

Texto completo:

DOWNLOAD PDF (PORTUGUÊS)

Referências


AUROUX, S. A Revolução Tecnológica da Gramatização. Campinas: Unicamp, 1992

BRASIL. Ministério da Educação. Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. Documento básico. Brasília, DF: INEP, 1999.

CAVALCANTI, Rosilene da Silva de Moraes. Reflexões sobre a proposta de leitura do ENEM. 159 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Estadual de Maringá,Maringá, 2013

Payer, M. O. Processos de identificação sujeito/língua: ensino, língua nacional e língua materna. Campinas: Ed. Pontes, 2007.

GUIMARÃES, E. e ORLANDI, E. (Orgs.). Língua e Cidadania: O Português no Brasil. Campinas: Pontes, 1996.

_______________. Enunciação e política de línguas no Brasil. Ciência e Cultura. São Paulo, SBPC, 2005.

_______.A língua portuguesa no Brasil. In: Línguas do Brasil, Ciência e Cultura, Cienc. Cult. vol.57 no.2 São Paulo Apr./June 2005 (versão onlineSSN 2317-666)

Payer, M. O. Memória da Língua. Imigração e nacionalidade. São Paulo, Ed. Escuta, 2006.

________. Processos de identificação sujeito/língua. Ensino, língua nacional e língua materna. Orlandi, E. (org.). Campinas: Ed. Pontes, 2007

_________. Entre a Língua Nacional e a Língua Materna. In: Análise do discurso no Brasil. Mapeando conceitos, confrontando limites. Indursky, Freda; Ferreira, Maria Cristina Leandro. (Org.). 1 ed. São Carlos: Claraluz, 2007b, (v. 1, p. 337-346).

_________Dimensões Materna E Nacional Das Línguas. Anais do SILEL. Volume 1. Uberlândia: EDUFU, 2009.

_________Processos, modos e mecanismos da identificação entre o sujeito e a(s) língua(s). Revista Gragoatá online v. 18, Niterói, n. 34, p. 183-196, 2013

________. Des-atando laços das identificações entre sujeito(s) e língua(s) In: ORLANDI,Eni P. Linguagem, sociedade, políticas. Pouso Alegre: UNIVÁS; Campinas: RG Editores, 2014.v. 1, p. 91-104.

_________; CELADA, Maria Teresa. Sobre sujeitos, língua(s), ensino. Notas para uma agenda. In: Subjetivação e processos de Identificação: sujeitos e línguas em práticas discursivas – inflexões no ensino. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e Discurso – uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução de Eni Pulcinelli Orlandi et al. Campinas: Unicamp, 1988.

ORLANDI, E. (Org.). História das Ideias Linguísticas: Construção do Saber Metalinguístico e Constituição da Língua Nacional. Campinas/Cáceres: Pontes/Unemat, 2001.

_________. Discurso e texto: formação e circulação dos sentidos. Campinas, SP:edição Pontes Editores , 2008.

________.A língua Brasileira. In: Línguas do Brasil, Ciência e Cultura, Cienc. Cult. vol.57 no.2 São Paulo Apr./June 2005 (versão onlineSSN 2317-666)

Orlandi, Eni P. Discurso e texto: formação e circulação dos sentidos. Campinas, SP:edição Pontes Editores , 2008.

________.A língua Brasileira. In: Línguas do Brasil, Ciência e Cultura, Cienc. Cult. vol.57 no.2 São Paulo Apr./June 2005 (versão onlineSSN 2317-666)

REVUZ, C. A Língua Estrangeira, entre o Desejo de um Outro Lugar e o Risco do Exílio. In Linguagem e identidade: elementos para uma discussão no campo aplicado. Inês SIGNORINI (org.). Campinas: Mercado de Letras; São Paulo: Fapesp, 1988.




DOI: https://doi.org/10.30681/2594.9063.2019v3n1id4125

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Divino Alex Rocha-de-Deus, Eliana de Almeida

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADO EM:

         

  

 

 

 

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

This Journal is licenced by a  Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.