O frisson da bailarina: o funcionamento semântico-enunciativo do nome baderna

Taisir Mahmudo Karim, Lucas Alvares, Albano Dalla Pria

Resumo


Os sentidos de uma palavra se dão no e pelo acontecimento de enunciação pelo qual uma palavra, um termo, uma expressão funciona nomeando algo, uma pessoa ou simplesmente se articulando por modos específicos em um texto. Nosso objetivo aqui, é o de observar o funcionamento semântico/enunciativo da palavra/termo baderna que passa a funcionar no léxico que compõe a língua portuguesa do Brasil a partir de um dado momento da história, constituindo um significado que desloca o termo do lugar de um nome próprio de pessoa para a nomeação de um comportamento negativo em certos momentos. Para tanto, valer-nos-emos da teoria da semântica do acontecimento de Guimarães (2002) como norte teórico e metodológico para nossas análises da palavra/termo baderna nos textos selecionados para este trabalho.

Texto completo:

DOWNLOAD PDF (PORTUGUÊS)

Referências


DIAS, Luiz Francisco. Enunciação e relações linguísticas. Campinas, SP, Ed. Pontes, 2018.

GUIMARÃES, Eduardo. Semântica do Acontecimento. Campinas, SP, Ed. Pontes, 2002.

_____. Análise de Texto – Procedimentos, Análises, Ensino . Campinas, SP, Ed. RG, 2011.

_____. Semântica Enunciação e Sentido. Campinas, SP, Ed. Pontes, 2018.

KARIM, Taisir Mahmudo. Mato Grosso: histórias de enunciações o percurso do nome de um estado. In: KARIM, Taisir Mahmudo. [et al.] (Org.). Atlas dos nomes que dizem histórias das cidades brasileiras: um estudo semântico-enunciativo do Mato Grosso - (Fase I). Campinas-SP. Pontes, 2016.

______. Marcas do Dizer: Sentidos do Arraial do Cuyabá. In: Estudos Linguísticos, 45 (1), São Paulo, p. 305-315, 2016.

______; ALVARES, L.De incivilizados a descivilizados: um percurso semântico do nome vândalos. In: ORLANDI, Eni. [et al.] (Org.). Linguagem, Instituições e Práticas sociais. Pouso Alegre, MG. Univás. 2018.

______; SILVA, G. V. da; MACEDO KARIM, J. O contorno linguístico de uma geografia – mato grosso e seus mapas: a constituição do atlas mato-grossense a partir do acontecimento de nomeação. In: GUIMARÃES, Eduardo [et al.] (Org.). Atlas dos nomes que dizem histórias das cidades brasileiras: um estudo semântico-enunciativo do Mato Grosso - (Fase II). Campinas-SP. Pontes, 2018.




DOI: https://doi.org/10.30681/2594.9063.2019v3n2id4354

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Taisir Mahmudo Karim, Lucas Alvares, Albano Dalla Pria

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADO EM:

         

  

 

 

 

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

This Journal is licenced by a  Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.