Avaliação da produção de mudas de maracujazeiroamarelo em diferentes volumes de recipientes de polietileno

Autores

  • Rayla Nemis de Sousa Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT
  • João Aguilar Massaroto Universidade do Estado de Mato Groso - UNEMAT
  • Matheus Marcolin Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Rafael Rosa Rocha Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT https://orcid.org/0000-0002-6937-9122

DOI:

https://doi.org/10.5327/rcaa.v18i2.4635

Palavras-chave:

Passiflora edulis Sims, mudas, sacos polietileno

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho vegetativo e produtivo do maracujazeiro-amarelo em resposta a diferentes volumes de recipientes. O experimento foi conduzido em viveiro de produção de mudas, da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), Campus de Nova Mutum – MT, utilizando-se delineamento inteiramente casualizado, com seis repetições, avaliando cinco tamanhos de recipientes de polietileno na produção de mudas: 10 x 16 cm, 15 x 15 cm, 15 x 21 cm, 17 x 27 cm e 20 x 21 cm. As parcelas foram compostas por 5 plantas. Os parâmetros avaliados aos 50 dias após a semeadura foram: altura de planta, diâmetro do caule, número de folhas, comprimento das raízes, massa de matéria verde e porcentagem de massa seca do caule, folhas e raízes. Os recipientes 15 x 21 cm, 17 x 27cm, 20 x 21cm, se destacaram em todos os atributos avaliados, exceto na porcentagem de matéria seca das raízes característica em que todos os recipientes foram equivalentes. O experimento demonstrou que o recipiente 15 x 21 cm é o mais recomendado para o cultivo de mudas de maracujazeiro amarelo.

Biografia do Autor

Rayla Nemis de Sousa, Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT

Engenheira Agronoma

João Aguilar Massaroto, Universidade do Estado de Mato Groso - UNEMAT

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (2003), mestrado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (2005), e doutorado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (2008). Atualmente é professor adjunto da Universidade do Estado de Mato Grosso, campus de Nova Mutum.

Matheus Marcolin, Universidade do Estado de Mato Grosso

Engenheiro Agronomo

Rafael Rosa Rocha, Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT

Engenheiro Agrônomo pela Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT - Campus de Nova Mutum - MT e Mestrando do Programa de Pós-graduação em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola (PPGASP) pela Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT Campus de Tangará da Serra - MT.

Referências

ALMEIDA, M.S. Desenvolvimento de mudas de tamarindeiro: tamanhos de recipiente, substratos, peso de sementes e profundidades de semeadura. Dissertação (Mestrado em Agronomia). Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.

AZEVEDO, D.M.P.; MATOS FILHO; C.H.A.; ARAUJO, E.C.E. Influência de substratos e tamanho de recipientes na formação de mudas de pinhão-manso. Comunicado Técnico. EMBRAPA. Teresina, PI. 2009.

CHAGAS, I.M.; TAVARES, J.C.; FREITAS, R.S.; RODRIGUES, G.S.O. Formação de mudas de maracujá amarelo em quatro tamanhos de recipiente. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v.1, n.2, p.122-133, 2006. https://doi.org/10.18378/rvads.v1i2.22

COSTA, A.F.S.; ALVES, F.L.; COSTA, A.N. Plantio, formação e manejo da cultura do maracujá. In: COSTA, A.F.S.; COSTA, A.N. (Orgs.). Tecnologias para a produção de maracujá. Vitória: INCAPER, 2005. p.23-53.

DALBOSCO, E.Z.; KRAUSE, W.; KRAUSE, D.P.; FACHI, L.R.; DALLACORT, R.; VIANA, A.P. Índices de seleção restritos empregados na seleção recorrente intrapopulacional do maracujazeiro azedo. Amazonian Journal of Agricultural and Environmental Sciences, v.62, p.1-7, 2019. http://dx.doi.org/10.22491/rca.2019.3003

FRANCO, C.F.; PRADO, R.M.; BRACHIROLLI, L.F.; ROZANE, D.E. Curva de crescimento e marcha de absorção de macronutrientes em mudas de goiabeira. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.31, n.6, p.1429-1437, 2007. https://doi.org/10.1590/S0100-6832007000600020

GOMES, F.P. Curso de estatística experimental. 14 ed. Piracicaba: ESALQ/USP, 2000. 447p.

GONTIJO, G.M. Cultivo do maracujá: informações básicas. – Brasília: Emater-DF, 2017. 21p.

GUERRA, M.S.; BARBOSA, M.S.; COSTA, E.; VIEIRA, G.H.C. Recipiente biodegradável e substratos para mudas de maracujazeiro. Revista de Agricultura Neotropical, v.4, n.3, p.50-54, 2017.

IBGE. Quantidade produzida, valor da produção, área plantada e área colhida da lavoura permanente no ano de 2017. Disponível em: http:// www.sidra.ibge.gov.br. Acesso em: 06 fev. 2020.

LIMA, J.F. Índices fisiológicos e crescimento inicial de mamoeiro (Carica papaya L.) em casa de vegetação. Dissertação (Mestrado em Agronomia). Universidade Federal do Recôncavo Baiano, Cruz das Almas, 2007.

MARTINEZ, H.E.P.; CARVALHO, J.G.; SOUZA, R.B. Diagnose foliar. In: RIBEIRO, A.C.; GUIMARÃES, P.T.G.; ALVAREZ, V.V.H. (Ed.). Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais: 5ª aproximação. Viçosa, MG: Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais, 1999. p. 143-168.

MELO, B. Estudos sobre produção de mudas de cafeeiro (Coffea arabica L.) em tubetes. 1999. 119f. Tese (Doutorado em Fitotecnia). Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1999.

NASSER, M.D.; CAVICHIOLI, J.C.; KASAI, F.S.; VITORINO, R. Desenvolvimento de maracujazeiro-amarelo enxertado sobre maracujazeiro-doce em diferentes espaçamentos de plantio. Revista Brasileira de Fruticultura, v.33, n. esp.1, p.639-642, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452011000500088

OLIVEIRA, M.C.; OGATA, R.S.; ANDRADE, G.A.; SANTOS, D.S.; SOUZA, R.M.; GUIMARÃES, T.G.; JR. SILVA, M.C.; PEREIRA, D.J.S.; RIBEIRO, J.F. Manual de viveiro e produção de mudas espécies arbóreas nativas do cerrado. 1.ed. rev. e ampl. Brasília: Universidade de Brasília: Rede de Sementes do Cerrado, 2016.

RIBEIRO, M.C.C.; MORAIS, M.J.A.; SOUSA, A.H.; LINHARES, P.C.F.; BARROS JÚNIOR, A.P. Produção de mudas de maracujá-amarelo com diferentes substratos e recipientes. Caatinga, v.18, n.3, p.155-158, 2004.

RODRIGUES, W.A.D.; SANTANA, L.D.; PINTO, A.A.; SOUZA, L.L.; CAMARA, F.T. Análise de mudas de maracujá amarelo em função do tamanho do recipiente e da adubação com NPK. Agrarian Academy, v.4, n.8, p.59-67, 2017. https://doi.org/10.18677/Agrarian_Academy_2017b6

SILVA, E.A.; MARUYAMA, W.I.; MENDONÇA, V.; FRANCISCO, M.G.S.; BARDIVIESSO, D.M.; TOSTA, M.S. Composição de substratos e tamanho de recipientes na produção e qualidade das mudas de maracujazeiro 'amarelo'. Ciência e Agrotecnologia, v.34, n.3, P.588-595, 2010. https://doi.org/10.1590/S1413-70542010000300009

ZACCHEO, P.V.C.; AGUIAR, R.S.; STENZEL, N.M.C.; NEVES, C.S.V.J. Tamanho de recipientes e tempo de formação de mudas no desenvolvimento e produção de maracujazeiro-amarelo. Revista Brasileira de Fruticultura, v.35, n.2, p.603-607, 013. https://doi.org/10.1590/S0100-29452013000200032

Downloads

Publicado

24/02/2021

Como Citar

Sousa, R. N. de, Massaroto, J. A., Marcolin, M., & Rocha, R. R. (2021). Avaliação da produção de mudas de maracujazeiroamarelo em diferentes volumes de recipientes de polietileno. Revista De Ciências Agroambientais, 18(2), 99–103. https://doi.org/10.5327/rcaa.v18i2.4635

Edição

Seção

Agronomia

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)