Acúmulo de biomassa de serapilheira em área de restauração florestal do Cerrado

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/rcaa.v19i1.5435

Palavras-chave:

Compartimentalização, Deposição de Serapilheira, Estágio de sucessão, Liteira

Resumo

 A serapilheira deve ser amplamente estudada por se tratar de um componente significativo na funcionalidade dos ecossistemas florestais, mantendo a ciclagem de nutrientes. Ao investigar sua composição, é possível inferir o quanto a floresta está produzindo, bem como verificar o desenvolvimento da recuperação. O presente estudo objetivou determinar a produção e composição de serapilheira no Cinturão Verde, uma área em processo de recuperação florestal composta por espécies nativas do Cerrado, localizada na Escola de Agronomia, da Universidade Federal de Goiás em Goiânia, Goiás. Para tanto, foram realizadas 30 amostragens aleatórias no interior da área de estudo em 4 parcelas de 5x5m no mês de maio, período chuvoso, com o auxílio de uma moldura metálica com medidas de 25 cm x 25 cm (0,0625 m² de área). O material foi seco em estufa a 65°, durante 72 horas, e mensurada a massa de matéria seca de cada fração de folhas, galhos e miscelânea, a fim de estimar a quantidade total de serapilheira acumulada sobre o solo. A quantidade total de serapilheira acumulada foi de 7.898,133 kg/ha, a fração galhos foi a de maior representatividade, somando 4.202,10 kg/ha, seguida de folhas com 3.556,80 kg/ha e miscelânea com 139,2 kg/ha.

Biografia do Autor

Jhonatan Willian Moreira, Universidade Federal de Goiás

Graduando do 6º período em Engenharia Florestal, integrante do Grupo de Pesquisa Cerrado e integrante da Liga Acadêmica de Biodiversidade Vegetal e Interações.

Yasmin Soares de Freitas Rodrigues, Universidade Federal de Goiás

Graduanda do curso de Engenharia Florestal na Universidade Federal de Goiás (UFG). Participou como membro efetivo do Núcleo de Estudos em Paisagismo e Floricultura - NEP. Monitora na disciplina de Anatomia Vegetal. Atualmente é membro do Grupo de Estudos em Frutíferas do Cerrado (gefruce)

Referências

BARBOSA, V.; BARRETO-GARCIA, P.; GAMA-RODRIGUES, E.; PAULA, A. Biomassa, carbono enitrogênio na serapilheira acumulada de florestas plantadas e nativa. Floresta e Ambiente, v. 24, 2017.

BRASIL, L. S.; SILVA, G. N. F.; SANTOS, J. O.; SANTOS, A. O.; MARIMON, B. S.; MARIMON JUNIOR, B.H. Efeito de borda sobre a camada de serapilheira em área de Cerradão no leste de Mato Grosso. Biotemas, v.26, n.3, p.37-47, 2013.

CAMARGO, J.A.S.C. de Dinâmica da Produção de Serapilheira em Diferentes Sistemas de Restauração Florestal. Botucatu-SP: Universidade Estadual Paulista, 2011. 18p. Monografia (Bacharelado em Ciências Biológicas), Universidade Estadual Paulista, 2011.

CAVALCANTE, J. B. Meio ambiente e agricultura: uma análise sobre o Cerrado brasileiro e as políticas para proteção ambiental. Economia Política do Desenvolvimento, v. 9, n. 21, p. 80-97, 2019.

CORRÊA, E.F. (2005). Avaliação da decomposição e liberação de nutrientes da fitomassa de Castanha-doBrasil (Bertholletia excelsa), Cupuaçu (Theobroma grandiflorum) e Gliricídia (Gliricidia sepium) em um sistema agroflorestal no Estado de Roraima. Manaus: Universidade Federal do Amazonas, 2005. Tese (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia), Universidade Federal do Amazonas, 2005.

COSTA, C.C.A.; CAMACHO, R.G.V.; MACEDO, I.D.; SILVA, P.C.M. Análise comparativa da produção de serapilheira em fragmentos arbóreos e arbustivos em área de Caatinga na Flona de Açu – RN. Revista Árvore, v. 34, n. 2, p. 259-265, 2010.

DA SILVA, H.R.; FERREIRA, J.L.S.; NEVES, F. Serapilheira acumulada de eucalipto em sistema integrado de lavoura-pecuária-floresta. Revista Agrotecnologia, v.9, n.2, p.74-82, 2018.

FERNANDES, M.E.B., NASCIMENTO, A.A.M., CARVALHO, M.L. 2007. Estimativa da produção anual de serapilheira dos bosques de mangue no Furo Grande, Bragança-Pará. Revista Árvore, v.31, n.5, p.949-958, 2007.

FIGUEIREDO FILHO, A.; MORAES, G.F.; SCHAAF, L.B.; JOSE, D.F. Avaliação estacional da deposição de serapilheira em uma floresta ombrófila mista localizada no sul do Estado do Paraná. Revista Ciência Florestal, v.13, n.1, p.11-18, 2003.

GIÁCOMO, R.G.; PEREIRA, M.G.; MACHADO, D.L. Aporte e decomposição de serapilheira em áreas de Cerradão e Mata Mesofítica na Estação Ecológica de Pirapitinga-MG. Revista Ciência Florestal, v.22, n.4, p.669-680, 2012.

GODINHO, T.O.; CALDEIRA, M.V.W.; BRUN, E.J. Ciclagem de nutrientes via serapilheira em ecossistemas florestais naturais no Brasil. Curitiba: Ciências Florestais e Biológicas, 2015. 196p. (Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 23).

GRUGIKI, M. A.; ANDRADE, F. V., PASSOS, R. R., & FERREIRA, A. C. F. Decomposição e atividade microbiana da serapilheira em coberturas florestais no sul do Espírito Santo. Floresta e Ambiente, v. 24, n. 00, 2017.

GUIMARÃES, L.E. Biomassa Acumulada, Nutrientes, Radiação Solar e Produtividade em um Sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) no Cerrado Central. Goiânia-GO: Universidade Federal de Goiás, 2015. 94p. Tese (Mestrado em Agronomia), Universidade Federal de Goiás, 2015.

HOLANDA, A. C.; FELICIANO, A. L. P.; FREIRE, F. J.; SOUZA, F. Q.; FREIRE, S. R. O.; ALVES, A. R. Aporte de serapilheira e nutrientes em uma área de Caatinga. Ciência Florestal. v. 27, n. 2, p. 621-633, 2017.

KLEINPAUL, I. S.; SCHUMACHER, M. V.; KÖNIG, F. G.; KLEINPAUL, J. J. Acúmulo de serapilheira em povoamentos de pinus e eucaliptos no campus da UFSM. In: 9º CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL, 2003, Nova Prata. Anais. Nova Prata: UFSM, Congresso Florestal Estadual do Rio Grande do Sul, 2003.

KLIPPEL, V. H.; PEZZOPANE, J. E. M.; CALDEIRA, M. V. W.; SILVA, G. F. da; CASTRO, K. C. Acúmulo de serapilheira e nutrientes em área com diferentes metodologias de restauração florestal. Comunicata Scientiae. v. 7, n. 2, p. 3-4, 2016.

LIMA, N., SILVA-NETO, C., CALIL, F., SOUZA, K., & MORAES, D.C. Acúmulo de serapilheira em quatro tipos de vegetação no estado de Goiás. Enciclopédia Biosfera, v. 11, n.22, p. 39-46, 2015.

LIMA, R. P., FERNANDES, M. M., FERNANDES, M. R. D. M., & MATRICARDI, E. A. T. Aporte e decomposição da serapilheira na Caatinga no Sul do Piauí. Floresta e Ambiente, v. 22, n. 1, p. 42-49, 2015.

MARTINS, W.B.R.; G. FERREIRA, G.C.; SOUZA, F.P.; DIONISIO, L.F.S.; DE ASSIS OLIVEIRA, F. Deposição de serapilheira e nutrientes em áreas de mineração submetidas a métodos de restauração florestal em Paragominas, Pará. Floresta. v. 48, n. 1, p. 37-48, 2018.

MELO, B.M.; MENEZES, T.A.M.; DIAS, D.P. Acúmulo de serapilheira em um fragmento de mata de galeria, composição fisionômica do bioma Cerrado. Enciclopédia Biosfera, v. 15, n. 27, p.1-9, 2018.

MORAIS, V.A.; MELLO, J. M.; MELLO, C. R.; SILVA, C. A.; SCOLFORO, J. R. S. Spatial distribution of the litter carbon stock in the Cerrado biome in Minas Gerais state, Brazil. Ciência e Agrotecnologia, v.41, n.5, p.580-589, 2017.

PEDRO, C.M. Aporte e decomposição de serapilheira em um fragmento de Cerrado sensu stricto. GurupiTO: Universidade Federal do Tocantins, 2017. 39p. Tese (Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais), Universidade Federal de Tocantins, 2017.

PIMENTA, J.A; ROSSI, L.B.; TOREZAN, J.M.D.; CAVALHEIRO, A.L.; BIANCHINI, E. Produção de serapilheira e ciclagem de nutrientes de um reflorestamento e de uma floresta estacional semidecidual no sul do Brasil. Acta Botanica Brasilica. v.25, n.1, p. 53-57, 2011.

SILVA, H.R.; FERREIRA, J.L.S.; CALIL, F.N. Serapilheira acumulada de eucalipto em sistema integrado de lavoura-pecuária-floresta. Revista Agrotecnologia, v.9, n.2, p.74-82, 2018.

SCORIZA, R.N.; CORREIA, M.E.F. e SILVA, E.M.R. O estoque de serrapilheira é eficiente como indicador ambiental em fragmentos florestais de encosta? Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.12, n.1, p.79-85, 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS/ESCOLA DE AGRONOMIA (UFG/EA). Dados meteorológicos: Estação da Escola de Agronomia v. 4. 2021.

VIERA, M.; SCHUMACHER, M.V. Variação mensal da deposição de serapilheira em povoamento de Pinus taeda L. em área de campo nativo em Cambará do Sul-RS. Revista Árvore, v.34, n. 3, p.487-494, 2010.

ZIMMERMANN, S.; BRAUN, S.; CONEDERA, M.; BLASER, P. Macronutrient inputs by litterfall as opposed to atmospheric deposition into two contrasting chestnut forest stands in southern Switzerland. Forest Ecology and Management. v.161, n. 1-3, p.289-302, 2002.

Downloads

Publicado

09/12/2021

Como Citar

Moreira, J. W., & Rodrigues, Y. S. de F. (2021). Acúmulo de biomassa de serapilheira em área de restauração florestal do Cerrado. Revista De Ciências Agroambientais, 19(1), 46–50. https://doi.org/10.30681/rcaa.v19i1.5435

Edição

Seção

Nota Científica