MAPEAMENTO DE PROCESSOS: UM ESTUDO DOS GASTOS EM EDUCAÇÃO CONTINUADA E PERMANENTE DA UFSM ATRAVÉS DO SISTEMA DE CONCESSÃO DE DIÁRIAS E PASSAGENS

Autores

  • André de Toledo Paines Especialista em Gestão Pública pela Universidade Aberta do Brasil (UAB), Bacharel em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Técnico Administrativo da UFSM. E-mail: apaines@hotmail.com
  • Daniel Arruda Coronel Professor Adjunto do Departamento de Ciências Administrativas e dos Programas de Pós-Graduação em Administração e em Gestão de Organizações Públicas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é bolsista de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), diretor da Editora da UFSM; editor associado da Revista Ciência Rural; acadêmico da Academia Santa-Mariense de Letras (ASL); membro do Comitê Assessor da área de Economia e Administração da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), Secretário do Conselho Municipal de Cultura de Santa Maria e parecerista de periódicos internacionais e nacionais. Foi coordenador substituto do Curso de Administração da UFSM (2011-2012); diretor da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (2013-2015). É doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); mestre em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), bacharel em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) (CRA-RS, Registro: 047444) e em Ciências Econômicas pela UFSM (CORECON-RS, Registro: 7811). Suas pesquisas e orientações são na área de Economia Internacional, Administração Pública e Financeira, atuando principalmente nos seguintes temas: Análise Econômica Brasileira; Política Industrial e de Comércio Internacional; Métodos Quantitativos e Projetos de Investimento.
  • Vânia Medianeira Flores Costa Professora Adjunta do PPGA UFSM e Coordenadora do Curso de Administração da UFSM. E-mail: vaniaflores2006@yahoo.com.br

DOI:

https://doi.org/10.30681/ruc.v5i9.1148

Resumo

Este trabalho foi realizado no departamento financeiro da UFSM e consistiu na identificação, na descrição e no mapeamento do processo de pagamento das diárias na instituição, por meio do Sistema de Concessão de Passagens e Diárias do Governo Federal. Para a realização do estudo, primeiramente fez-se uma pesquisa sobre as metodologias utilizadas no mapeamento de processos, definindo-se, assim, a mais adequada, e adaptando-a para a realidade do objeto de estudo. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas com os servidores responsáveis pela execução do processo, a fim de obter uma descrição detalhada das tarefas desempenhadas durante o mesmo. Estes dados foram transcritos para uma tabela, onde foi possível identificar todos os participantes ativos no processo, além das atribuições de cada um. Para o mapeamento dos processos, utilizou-se o Cacoo, uma ferramenta online que permite a criação de diversos tipos de diagramas. Com o resultado do trabalho, foi dada uma grande contribuição para o departamento, na forma da documentação e registro dos processos, além da metodologia simplificada, que pode ser utilizada em futuros mapeamentos, tendo em vista que foi mapeado apenas um processo em todo o departamento.

Biografia do Autor

André de Toledo Paines, Especialista em Gestão Pública pela Universidade Aberta do Brasil (UAB), Bacharel em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Técnico Administrativo da UFSM. E-mail: apaines@hotmail.com

Especialista em Gestão Pública pela Universidade Aberta do Brasil (UAB), Bacharel em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Técnico Administrativo da UFSM. E-mail: apaines@hotmail.com 

Daniel Arruda Coronel, Professor Adjunto do Departamento de Ciências Administrativas e dos Programas de Pós-Graduação em Administração e em Gestão de Organizações Públicas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é bolsista de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), diretor da Editora da UFSM; editor associado da Revista Ciência Rural; acadêmico da Academia Santa-Mariense de Letras (ASL); membro do Comitê Assessor da área de Economia e Administração da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), Secretário do Conselho Municipal de Cultura de Santa Maria e parecerista de periódicos internacionais e nacionais. Foi coordenador substituto do Curso de Administração da UFSM (2011-2012); diretor da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (2013-2015). É doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); mestre em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), bacharel em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) (CRA-RS, Registro: 047444) e em Ciências Econômicas pela UFSM (CORECON-RS, Registro: 7811). Suas pesquisas e orientações são na área de Economia Internacional, Administração Pública e Financeira, atuando principalmente nos seguintes temas: Análise Econômica Brasileira; Política Industrial e de Comércio Internacional; Métodos Quantitativos e Projetos de Investimento.

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Administrativas e dos Programas de Pós-Graduação em Administração e em Gestão de Organizações Públicas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é bolsista de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), diretor da Editora da UFSM; editor associado da Revista Ciência Rural; acadêmico da Academia Santa-Mariense de Letras (ASL); membro do Comitê Assessor da área de Economia e Administração da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), Secretário do Conselho Municipal de Cultura de Santa Maria e parecerista de periódicos internacionais e nacionais. Foi coordenador substituto do Curso de Administração da UFSM (2011-2012); diretor da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (2013-2015). É doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); mestre em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), bacharel em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) (CRA-RS, Registro: 047444) e em Ciências Econômicas pela UFSM (CORECON-RS, Registro: 7811). Suas pesquisas e orientações são na área de Economia Internacional, Administração Pública e Financeira, atuando principalmente nos seguintes temas: Análise Econômica Brasileira; Política Industrial e de Comércio Internacional; Métodos Quantitativos e Projetos de Investimento.

Vânia Medianeira Flores Costa, Professora Adjunta do PPGA UFSM e Coordenadora do Curso de Administração da UFSM. E-mail: vaniaflores2006@yahoo.com.br

Professora Adjunta do PPGA UFSM e Coordenadora do Curso de Administração da UFSM. E-mail: vaniaflores2006@yahoo.com.br

Referências

ADAIR, C. B.; MURRAY, B. A. Revolução total dos processos. São Paulo: Nobel, 1996.

ALBUQUERQUE, A.; ROCHA, P. Sincronismo organizacional. São Paulo: Saraiva, 2007.

ARAÚJO, J.; ÁLVAREZ E. J. V. La Modernización Administrativa y La Gobernanza em los Concellos del Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular. Vigo: Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, 2009.

BALDAM, R. [et al]. Gerenciamento de processos de negócios: BPM – Business Process Management. 2. Ed. São Paulo: Érica, 2007.

BATISTA, F. F. Passos para o gerenciamento efetivo de processos no setor Público: aplicações práticas. Brasília: IPEA, 1996.

BIAZZO, S. Approaches to business process analisys: a review. Business Process Management Journal, v.6, n.2, p.99-112, 2000.

BOAVENTURA, E. M. Metodologia da pesquisa: monografia, dissertação e tese. São Paulo: Atlas, 2007

CAMPOS, J. de P. Mapeamento de Processos: uma estratégia vencedora. [Internet], São Paulo: Ábaco Cursos, 2009. Disponível em: <http://www.aprendersempre.org.br/arqs/GE%20B%20-Mapeamento%20de%20processos-%20uma%20estrategia%20vencedora.pdf> Acesso em: 15 de setembro de 2015.

CAMPOS, R.; LIMA, S. Mapeamento de processos: importância para as organizações. Rio de Janeiro: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2012.

CATELLI, A.; SANTOS, E. S. Mensurando a Criação de Valor na Gestão Pública. Revista de Administração Pública. São Paulo, v. 38, n. 3, p. 423-499, 2004.

CHIAVENATO, I. Administração dos Novos Tempos. 2 ed. Rio de Janeiro: Campus, 2010.

CRUZ, T. BPM & BPMS: business process management & business management systems. 2 ed. Rio de Janeiro: Brasport, 2010.

____. Sistemas, Métodos & Processos: Administrando organizações por meio de Processos de Negócios. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2005.

DINSMORE, P.; CABANIS-BREWIN, J. AMA: Manual de Gerenciamento de Projetos. Rio de Janeiro: Brasport, 2009.

FADUL, E. M. C.; P. SILVA, Retomando o debate sobre a Reforma do Estado e a Nova Administração Pública. In:XXXII Encontro da ANPAD – ENANPAD. Anais Eletrônicos. Rio de Janeiro, RJ. 2008. Disponível em:

<http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/EnANPAD/enanpad_2008/APS/APSBTC.pdf> Acesso em 15 de setembro de 2015.

GARETH, Morgan. Imagens da organização. 2 ed. São Paulo, Atlas: 2006.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GONÇALVES, J. E. L. As empresas são grandes coleções de processos. RAE – Revista de Administração de Empresas, Rio de Janeiro, v. 40, n.1, p. 6-19, 2000.

____. Os novos desafios da empresa do futuro, RAE – Revista de Administração de Empresas, Rio de Janeiro, v. 37, n. 3, 1997.

HARRINGTON, H. J. Aperfeiçoando os processos empresariais: estratégia revolucionária para o aperfeiçoamento da qualidade, da produtividade e da competitividade. São Paulo: Makron Books, 1993.

HUNT, V. D. Process mapping: how to reengineer your business processes. New York: John Wiley & Sons, Inc., 1996.

JOHANSSON, H. J.; McHUGH, P.; PEDLEBURY, A. J.; WHELLER A. W. Processos de negócios. São Paulo: Pioneira, 1995.

LAURINDO, F.; ROTONDARO, R. Gestão Integrada de Processos e da Tecnologia da Informação. São Paulo: Atlas, 2006.

LEAL, F. Um diagnóstico do processo de atendimento a clientes em uma agência bancária através de mapeamento do processo e simulação computacional. Dissertação. Mestrado em Eng. Produção – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, MG. 2003.

LIMA, M. B. B. P. B. A gestão da qualidade e o redesenho de processos como modelo de desenvolvimento organizacional em hospitais públicos universitários: o caso do Hospital das Clínicas da UNICAMP. Dissertação de Mestrado. PGEM/UNICAMP, Campinas, SP, Brasil, 2007. Disponível em: <http://www.hc.unicamp.br/qualidade/TeseMariaBernadete.pdf> Acesso em: 15 de setembro de 2015.

MADIOLO, A. de S., MORISHITA, C. S., LIZARELLI, F. L., MARTINS, M. F., ITO, M. A. O. Gestão dos processos em uma empresa do setor elétrico. Revista GEPROS, Bauru, SP, n.2, p 31-39, 2006.

MARANHÃO, M.; MACIEIRA, M. E. O processo nosso de cada dia: modelagem de processos de trabalho. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2004.

MARTIN, J. A grande transição: usando as sete disciplinas da engenharia da empresa para reorganizar pessoas, tecnologia e estratégia. São Paulo: Campus, 2001.

MELLO, A. E. N. S. de. Aplicação do Mapeamento de Processo e da simulação no desenvolvimento de projetos de processos produtivos. Dissertação de Mestrado. PPGEP/UNIFEI, Itajubá, MG, Brasil, 2011. Disponível em <http://www.iepg.unifei.edu.br/arnaldo/download/dissertacoes/Ana%20Emilia.pdf> Acesso em: 15 de setembro de 2015.

MELO, M. H. A Gestão da Qualidade Total e as perspectivas dessa tendência nos serviços públicos. Dissertação de Especialização. Curso de Pós-Graduação em Contabilidade/UFPB, João Pessoa, PB, Brasil, 2000. Disponível em <http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/bds.nsf/69a5e2bb919eaf2e832574b0004bda60/2599408d92d0ee4703256fac00723a80/$FILE/NT000A457E.pdf> Acesso em: 20 de setembro de 2015.

OLIVER, P. R. da C. Projetos de ECM/BPM: Os Segredos da Construção – vol. 1. 1 ed. São Paulo: Biblioteca 24 Horas, 2010.

OLIVEIRA, S. B. de. (Org.). Gestão por processos: fundamentos, técnicas e modelos de implementação: foco no sistema de gestão da qualidade com base na ISO 9000:2000. 2ª Ed. Qualitymark. Rio de Janeiro, RJ. 2008.

QUINN, J. B. Intelligent enterprises. New York: Free Press, 1992.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

TAVARES, M. C. Gestão Estratégica. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 13 ed. São Paulo: Atlas, 2011.

VILLELA, C. S. S. Mapeamento de Processos como Ferramenta de Reestruturação e Aprendizado Organizacional. Dissertação de Mestrado. PPEP/UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, 2000. Disponível em:

<http://www.portaldeconhecimentos.org.br/index.php/por/content/download/12208/121298/file/processos_e_mapeamento.pdf> Acesso em: 17 de setembro de 2015.

YIN, R.K. Estudo de caso. Planejamento e métodos.4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

Downloads

Publicado

05/08/2016

Como Citar

Paines, A. de T., Coronel, D. A., & Costa, V. M. F. (2016). MAPEAMENTO DE PROCESSOS: UM ESTUDO DOS GASTOS EM EDUCAÇÃO CONTINUADA E PERMANENTE DA UFSM ATRAVÉS DO SISTEMA DE CONCESSÃO DE DIÁRIAS E PASSAGENS. Revista UNEMAT De Contabilidade, 5(9). https://doi.org/10.30681/ruc.v5i9.1148

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>