PADRÃO DE ESPECIALIZAÇÃO DO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE RONDÔNIA (1999-2016

Autores

  • Alison Geovani Schwingel Franck
  • Laís Viera Trevisan Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas (PPGOP) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Assistente em Administração na UFSM. E-mail: laisvtrevisan@gmail.com
  • Rodrigo Abbade da Silva
  • Daniel Arruda Coronel Professor Adjunto do Departamento de Ciências Administrativas e dos Programas de Pós-Graduação em Administração e em Gestão de Organizações Públicas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é bolsista de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), diretor da Editora da UFSM; editor associado da Revista Ciência Rural; acadêmico da Academia Santa-Mariense de Letras (ASL); membro do Comitê Assessor da área de Economia e Administração da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), Secretário do Conselho Municipal de Cultura de Santa Maria e parecerista de periódicos internacionais e nacionais. Foi coordenador substituto do Curso de Administração da UFSM (2011-2012); diretor da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (2013-2015). É doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); mestre em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), bacharel em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) (CRA-RS, Registro: 047444) e em Ciências Econômicas pela UFSM (CORECON-RS, Registro: 7811). Suas pesquisas e orientações são na área de Economia Internacional, Administração Pública e Financeira, atuando principalmente nos seguintes temas: Análise Econômica Brasileira; Política Industrial e de Comércio Internacional; Métodos Quantitativos e Projetos de Investimento.

DOI:

https://doi.org/10.30681/ruc.v6i12.2520

Resumo

Este trabalho buscou analisar o padrão de especialização do comércio internacional do estado de Rondônia, identificando os setores produtivos mais dinâmicos, no período entre 1999 e 2016. Para isso, calcularam-se os indicadores de Vantagem Comparativa Revelada Simétrica (IVCRS), de Comércio Intraindústria (CII), de Concentração Setorial das Exportações (ICS) e Taxa de Cobertura das Importações (TC) com os dados obtidos da Secretaria de Comércio Exterior - SECEX. Os resultados indicaram que a pauta exportadora do estado é basicamente composta por setores baseados em recursos naturais, além de ser pouco diversificada. O IVCRS indicou que setor de madeira, e o setor de alimentos, fumo e bebidas apresentaram vantagens comparativas reveladas. No que tange ao CII, observou-se que o estado de Rondônia ainda não teve significativo impacto na integração regional por meio do aproveitamento do comércio intraindustrial. Além destes indicadores, o ICS revelou que a pauta exportadora do estado é concentrada, e ainda, a TC aponta que o setor de madeira foi o que teve suas importações cobertas pelas respectivas exportações.

 

Biografia do Autor

Alison Geovani Schwingel Franck

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). E-mail: alischfranck@hotmail.com

Laís Viera Trevisan, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas (PPGOP) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Assistente em Administração na UFSM. E-mail: laisvtrevisan@gmail.com

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas (PPGOP) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Assistente em Administração na UFSM. E-mail: laisvtrevisan@gmail.com

Rodrigo Abbade da Silva

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). E-mail:

Daniel Arruda Coronel, Professor Adjunto do Departamento de Ciências Administrativas e dos Programas de Pós-Graduação em Administração e em Gestão de Organizações Públicas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é bolsista de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), diretor da Editora da UFSM; editor associado da Revista Ciência Rural; acadêmico da Academia Santa-Mariense de Letras (ASL); membro do Comitê Assessor da área de Economia e Administração da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), Secretário do Conselho Municipal de Cultura de Santa Maria e parecerista de periódicos internacionais e nacionais. Foi coordenador substituto do Curso de Administração da UFSM (2011-2012); diretor da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (2013-2015). É doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); mestre em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), bacharel em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) (CRA-RS, Registro: 047444) e em Ciências Econômicas pela UFSM (CORECON-RS, Registro: 7811). Suas pesquisas e orientações são na área de Economia Internacional, Administração Pública e Financeira, atuando principalmente nos seguintes temas: Análise Econômica Brasileira; Política Industrial e de Comércio Internacional; Métodos Quantitativos e Projetos de Investimento.

Professor Adjunto dos Programas de Pós-Graduação Gestão de Organizações Públicas (PPGOP), em Agronegócios e em Economia e Desenvolvimento (PPGE&D) da UFSM e Diretor Editora da UFSM. E-mail: daniel.coronel@uol.com.br

Referências

AGÊNCIA DE DEFESA SANITÁRIA AGROSILVOPASTORIL DO ESTADO DE RONDÔNIA – IDARON. Carne de Rondônia exportada para 40 países. 2017. Disponível em: < http://www.diariodaamazonia.com.br/carne-de-rondonia-exportada-para-40-paises/ >. Acesso em: 12 out. 2017.

ANÁLISE DAS INFORMAÇÕES DE COMÉRCIO EXTERIOR - ALICEWEB. Consultas. Disponível em: < http://aliceweb.mdic.gov.br/ >. Acesso em: 15 jan. 2017.

COSTA SILVA, R. G. A regionalização do agronegócio da soja em Rondônia. GEOUSP – Espaço e Tempo (Online), São Paulo, v. 18, n. 2, p. 298-312, 2014.

COSTA SILVA, R. G. Globalização, agricultura e a formação do meio técnico- científico-informacional em Rondônia. ACTA Geográfica, Boa Vista, v.7, n.15, mai./ago. 2013.

FEISTEL, P. R. Modelo Gravitacional: um teste para economia do Rio Grande do Sul. Revista de Economia e Administração, v. 1, p. 94-107. 2008.

FIGUEIREDO, A. M.; SANTOS, M. L. dos. Evolução das vantagens comparativas do Brasil no comércio mundial. Revista de Política Agrícola, São Paulo, v. 1, p. 9-16, 2005.

FRANCK, A. G. S.; TREVISAN, L. V.; SILVA, R. A. da; CORONEL, D. A. Padrão de especialização do comércio internacional de Alagoas (1999-2016). Observatorio Economía Latinoamericana, Brasil, 2017.

GOVERNO DE RONDÔNIA. Floresta plantada movimenta R$ 44 milhões em nove meses em Rondônia. 2016. Disponível em:

<http://portalamazonia.com/noticias/floresta-plantada-movimenta-r-44-milhoes-em-nove-meses-em-rondonia >. Acesso em: 12 out. 2017.

GRUBEL, H.; LLOYD, P. Intra-Industry Trade: the theory and the measurement of international trade in differentiated products. London: Macmillan, 1975.

HIDALGO, A. B. Especialização e competitividade do Nordeste brasileiro no mercado internacional. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza: BNE, v. 29, p. 491 - 414, jul./set. 1998.

HIDALGO, A. B.; DA MATA, D. F. P. G. Exportações do Estado de Pernambuco: concentração, mudança na estrutura e perspectivas. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v. 35, n. 2, abr./jun. 2004.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICAS (IBGE). Perfil dos Estados. Disponível em: <https://ww2.ibge.gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=ro>. Acesso em: 22 out. 2017.

MAIA, S. F. Transformações na estrutura produtiva do estado do Paraná na década de 90: análise por vantagem comparativa. In: MAIA, S. F.; MEDEIROS, N. H. (Org.). Transformações Recentes da Economia Paranaense. Recife: Editora Universitária, v. 1, p. 65-88, 2005.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR. Balança Comercial. 2017a. Disponível em: <http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/balanca-comercial-brasileira-unidades-da-federacao>. Acesso em 08: fev. 2017.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR. Séries Históricas. 2017b Disponível em: <http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/series-historicas>. Acesso em: 08 fev. 2017.

PAIVA, F. da S.; PEREIRA, M. do S. B. A relação entre o incentivo fiscal da lei 1.558/2015 e o desenvolvimento social e econômico do estado de Rondônia. Diálogos – Economia e Sociedade, v. 1, n. 1, 2017.

PEREIRA, M. F. V. A inserção recente da cana-de-açúcar no sudoeste da Amazônia: novos indícios da instabilidade do território em Rondônia e Acre. Interações, Campo Grande, v. 11, n. 2 p. 187-193, jul./dez. 2010.

RICARDO, D. Princípios de economia política e tributação. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

SILVA, M. L. da; SILVA. R. A. da; CORONEL, D. A. Padrão de especialização do comércio internacional de Santa Catarina (1999-2014). Estudos do CEPE, n. 41, 2015.

SILVA, R. A. da; SILVA, M. L. da; EBERT, C. D.; CORONEL, D. A. Padrão de especialização das exportações da Bahia (1999-2014). RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico, v. 2, n. 34, 2016.

SILVA, R. A. da; SILVA, M. L. da; FRANCK, A. G. S.; CORONEL, D. A. Padrão de especialização do comércio internacional do Rio Grande do Sul (1999-2016). Revista Eletrônica Científica do CRA-PR, v. 4, n. 1, 2017.

SMITH, A. A riqueza das nações. Rio de Janeiro: Hemus, 1984

TEIXEIRA, M. C. Relacionamento e governança dos agentes econômicos e institucionais em arranjos produtivos locais: o caso de madeira e móveis do estado de Rondônia. 2006. 170 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2006.

TEIXEIRA, M. C.; TEIXEIRA, R. M. Relacionamento, cooperação e governança em arranjos produtivos locais: o caso do APL de madeira e móveis do Estado de Rondônia. Revista Eletrônica de Administração, Porto Alegre, v. 17, n. 1, 2011.

Downloads

Publicado

31/01/2018

Como Citar

Franck, A. G. S., Trevisan, L. V., Silva, R. A. da, & Coronel, D. A. (2018). PADRÃO DE ESPECIALIZAÇÃO DO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE RONDÔNIA (1999-2016. Revista UNEMAT De Contabilidade, 6(12). https://doi.org/10.30681/ruc.v6i12.2520

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>