COMPORTAMENTO FINANCEIRO PESSOAL: UMA ANÁLISE DO PERFIL DOS DOCENTES DO CURSO DE C

Autores

  • NATALIE CRISTY GUZATTI UNEMAT/ UFPR
  • Srta Lídia UNEMAT

DOI:

https://doi.org/10.30681/ruc.v11i21.6105

Palavras-chave:

Finanças pessoais, Educação financeira, Planejamento financeiro

Resumo

Analisando os diversos produtos financeiros existentes no mercado, como o cartão de crédito, e outros diversos métodos de financiamento e aplicações, é do interesse dos indivíduos, que desenvolvam uma educação financeira, especificamente as finanças pessoais para estarem capacitados a administrar suas próprias finanças, e até mesmo para planejar suas reservas de capitais. A realização de um planejamento financeiro permite que o indivíduo tenha estabilidade financeira e consequentemente uma melhora em sua qualidade de vida. A questão norteada da pesquisa foi: qual o nível de instrução em relação a educação financeira dos docentes de Ciências Contábeis da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)? Neste sentido, o presente estudo teve como objetivo diagnosticar o perfil financeiro dos docentes de Ciências Contábeis da Universidade do Estado de Mato Grosso, no campus de Tangará da Serra- MT. Para tanto, a metodologia utilizada quanto a sua abordagem se deu como qualitativa, quanto aos objetivos ela foi classificada como exploratória e descritiva e por fim, quanto aos procedimentos caracteriza-se como levantamento, com aplicação de questionário. Os resultados apontam que o perfil demográfico dos respondentes, estado civil, dependentes, e correlacionando-o com o nível de poupança, não influencia poupar menos ou mais. Em relação ao perfil investidor, de maneira geral, os docentes foram classificados como conservadores, pois se limitam em investimento de baixo risco e como resultado, menor retorno. Foi possível perceber que os docentes possuem, boas práticas para controle de endividamento, porém, há fatores da educação financeira que exige algumas melhorias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

NATALIE CRISTY GUZATTI, UNEMAT/ UFPR

Mestranda em Contabilidade pela UFPR.

Referências

ALBUQUERQUE, I. C. F. Administração de finanças pessoais: análise do perfil de endividamento dos alunos da faculdade de economia, administração, atuária, contabilidade e secretariado. 2017. Monografia (Bacharel em Administração) – Universidade Federal de Fortaleza, Ceará, 2017.

AUGUSTINIS, V. F.; COSTA, A. S. M.; BARROS, D. F. Uma análise crítica do discurso de educação financeira: por uma educação para além do capital. Revista ADM. MADE, v. 16, n. 3, p. 79-102, 2013.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. O programa de educação financeira do Banco Central. 2013. Disponível em: https://www.bcb.gov.br/pre/bcuniversidade/introducaoPEF.asp. Acesso em: 12 agosto 2020.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 3. Ed. . Lisboa: Edições, v. 70, p. 223, 2004.

BARROS, C. A. R. de. Educação financeira e endividamento. 2009. Monografia (Graduação) – Curso de Administração, Escola Superior de Administração, Direito e Economia – ESADE, Porto Alegre, 2009.

BRAIDO, G. M. Planejamento financeiro pessoal dos alunos de cursos da área de gestão: estudo em uma instituição de ensino superior do Rio Grande do Sul. Revista Estudo & Debate, v. 21, n. 1, 2014.

BAYER, E. L.; BRAIDO, G. M. Planejamento financeiro–de pai para filho: um estudo com os pais de alunos do ensino fundamental. Revista Destaques Acadêmicos, v. 9, n. 1, 2017.

BUAES, Caroline Stumpf; CORMELATO, Denise; DOLL, Johannes. Caderno de educação financeira: viver bem com o dinheiro que se tem. Ed. UFRGS, Porto Alegre, 2015.

Downloads

Publicado

2022-12-31

Como Citar

GUZATTI, N. C., & DE ABREU PERES, . L. C. . (2022). COMPORTAMENTO FINANCEIRO PESSOAL: UMA ANÁLISE DO PERFIL DOS DOCENTES DO CURSO DE C. Revista UNEMAT De Contabilidade, 11(21), 141–159. https://doi.org/10.30681/ruc.v11i21.6105

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)