OS NOVE PENTES D’ÁFRICA: QUESTÕES IDENTITÁRIAS E AFRICANIDADES NA LITERATURA INFANTIL E JUVENIL BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA/LOS NUEVE PEINES DE ÁFRICA: CUESTIONES DE IDENTIDAD Y AFRICANIDADES EN LA LITERATURA INFANTIL Y JUVENIL BRASILEÑA CONTEMPORÁNEA

Autores

  • Carlos Alexandre Manoel (UNEMAT) Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT
  • Jesuino Arvelino Pinto (UNEMAT) Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT

Resumo

O objetivo precípuo deste artigo consiste em, a partir da análise da novela infantil e juvenil Os nove pentes d’África, perceber esteticamente como a autora construiu a narrativa identitária e se utilizou de um contexto familiar para ressignificar o passado e reconstruí-lo no presente a fim de proporcionar o respeito à diversidade e ao povo negro. De autoria de Cidinha da Silva e com ilustrações de Iléa Ferraz (2009), a obra apresenta um enredo que entrelaça histórias, raízes, ancestralidade e memórias. A narrativa em questão reafirma a necessidade de se preservar histórias e tradições, de modo a respeitar povos, gerações e culturas. Para a concretização deste estudo, buscou-se aporte teórico em estudos e pesquisas de Candido (1972), Halbwachs (2004), Nascimento (2018), Hall (2019). Ao escrever sobre africanidades e questões étnico-raciais, Cidinha da Silva promove o engrandecimento da literatura contemporânea, visto que, atualmente, se faz tão necessário defender causas e lutar por questões sociais, que envolvem, dentre tantas diversidades, o preconceito com o negro, por sua cor de pele e um histórico ancestral de escravidão.

Biografia do Autor

Carlos Alexandre Manoel (UNEMAT), Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT

Mestrando em Letras no Programa de Pós-Graduação em Letras – PPGLetras, Linha: Estudos Literários, UNEMAT, Campus de Sinop. Especialista em Linguística Aplicada. Membro do Grupo de Pesquisa do CNPq “Literatura, Ensino e Sociedade”.

Jesuino Arvelino Pinto (UNEMAT), Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT

[1] Doutor em Estudos Literários. Professor Adjunto da Universidade do Estado de Mato Grosso. Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Letras – PPGLetras, UNEMAT, Campus de Sinop. Líder do Grupo de Pesquisa do CNPq “Literatura, Ensino e Sociedade”.

Referências

BIZAZZETO, Cristina. As cores na ilustração do livro infantil e juvenil. In: OLIVEIRA, Ieda (Org.). O que é qualidade em ilustração no livro infantil e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008, p. 75-91.

CANDIDO, Antonio. A literatura e a formação do homem. Remate de Males: Revista do Departamento de Teoria Literária. n.esp., p. 81-89, 1999

CANDIDO, Marcos. Quem é a autora negra que mesmo sem contrato será lida por milhões? In: Portal Gelédes. Disponível em: https://www.geledes.org.br/quem-e-a-autora-negra-que-mesmo-sem-contrato-grande-sera-lida-por-milhoes/ > Acesso em: 11 jan. 2021.

CÉSAR, Chico. Orelha do livro. In: SILVA, Cidinha da. Os nove pentes d’África. Belo Horizonte. Mazza Edições, 2009.

FREIRE, Patrícia. Cidinha da Silva: protagonista da literatura brasileira. In: Afreaka Disponível em: http://www.afreaka.com.br/notas/cidinha-da-silva-protagonista-da-literatura-brasileira.> Acesso em: 10 jan. 2021.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2004.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 12 ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2019.

Literafro – o portal da literatura afro-brasileira: Cidinha da Silva. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/literafro/autoras/186-cidinha-da-silva > Acesso em 12 jan. 2021.

MEIRELES, Cecília. Problemas da literatura infantil. 4. ed. São Paulo: Global, 2016.

NASCIMENTO, Wanderson Flor do. Prefácio: Enxuzilhando a memória. In: SILVA, Cidinha. Um Exu em Nova York. Rio de Janeiro: Pallas Editora, 2018.

SILVA, Cidinha da. Os nove pentes d’África. Belo Horizonte. Mazza Edições, 2009.

OLIVEIRA, Ieda (Org.). O que é qualidade em ilustração no livro infantil e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008.

OLIVEIRA, Eduardo. Prefácio. In: SILVA, Cidinha. Sobre-viventes! 2. ed. Rio de Janeiro: Pallas, 2020.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Tradução de Alain François et al. Campinas/SP: Editora da UNICAMP, 2007.

RUFFATO, LUIZ. Contra capa. In: SILVA, Cidinha da. Os nove pentes d’África. Belo Horizonte. Mazza Edições, 2009.

Downloads

Publicado

04/09/2021

Como Citar

Manoel (UNEMAT), C. A., & Pinto (UNEMAT), J. A. (2021). OS NOVE PENTES D’ÁFRICA: QUESTÕES IDENTITÁRIAS E AFRICANIDADES NA LITERATURA INFANTIL E JUVENIL BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA/LOS NUEVE PEINES DE ÁFRICA: CUESTIONES DE IDENTIDAD Y AFRICANIDADES EN LA LITERATURA INFANTIL Y JUVENIL BRASILEÑA CONTEMPORÁNEA. Revista Athena, 20(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/athena/article/view/5786

Edição

Seção

ARTIGOS/ ENSAIOS