CHIQUINHO: O ANTI-HERÓI E A PERTINÊNCIA DE UM DISCURSO NARRATIVO ORGANIZADO EM FUNÇÃO DA HORA DI BAI

Autores

  • Lola Geraldes Xavier Escola Superior de Educação de Coimbra- Portugal

Resumo

Abordaremos, aqui, a relação entre literatura e ética em Chiquinho de Baltasar Lopes, destacando a construção da personalidade do (anti)herói e a sua relação com a ambiência envolvente: uma ambiência castrante e sufocante, por vezes, que empurra o protagonista para a hora di bai.

Referências

LOPES, Baltasar. Chiquinho, Linda-a-Velha.

Editora África, 1984.

CARVALHO, Alberto. «Prefácio a Chiquinho».

Chiquinho, Linda-a-Velha. Editora África, 1984.

CARVALHO, Alberto. «De Baltasar Lopes, a obra e o

homem». ICALP, Instituto da Cultura e Língua Portuguesa,

Lisboa, n. 16 e 17, 1989.

CARVALHO, Alberto. «Baltasar Lopes, a obra e o

autor do seu tempo». Arquivos do Centro Cultural

Português. Paris: Fundação Gulbenkian, 1991.

p. 21-33. v. 29.

FERREIRA, Manuel et ali. Bibliografia das

literaturas africanas de expressão portuguesa.

Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1983.

FERREIRA, Manuel. Literaturas africanas de

expressão portuguesa. Venda Nova, Biblioteca

Breve, 1977. 2v

FERREIRA, Manuel. «Prefácio a Chiquinho».

Chiquinho. Lisboa: Prelo, 1970.

LABAN, Michel. Cabo Verde, encontro com

escritores. Porto: Fundação eng. António de

Almeida, 1992. v. 1.

LARANJEIRA, Pires. De letra em riste. Porto:

Edições Afrontamento, 1992.

LARANJEIRA, Pires. Literaturas africanas de

expressão portuguesa. Lisboa: Universidade

Aberta, 1995.

MARGARIDO, Alfredo. Estudos sobre literaturas

das nações africanas de língua portuguesa. Lisboa:

A Regra do Jogo, 1980.

MARIANO, Gabriel. Cultura caboverdeana.

Lisboa: Vega, 1991.

MARTINS, Heitor. «Evasionismo como

consciencialização: o caso de Chiquinho de

Baltasar Lopes». Brotéria, Lisboa, v. 119, n.1,

MASSA, Jean-Michel. «Chiquinho: un

«bildungsroman» exemplaire». Arquivos do Centro

Cultural Português. Lisboa: Fundação Calouste

Gulbenkian,1983. p. 787-799. v. 11.

OLIVEIRA, Mário António. Reler África. Coimbra:

Instituto de Antropologia, Universidade de

Coimbra, 1990.

Downloads

Publicado

12/02/2016

Como Citar

Xavier, L. G. (2016). CHIQUINHO: O ANTI-HERÓI E A PERTINÊNCIA DE UM DISCURSO NARRATIVO ORGANIZADO EM FUNÇÃO DA HORA DI BAI. Revista ECOS, 4(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/1006