VIAJANTES LUSOS EM TERRAS TROPICAIS: UMA QUESTÃO DE FRONTEIRA

Autores

  • Olga Maria Castrillon Mendes UNEMAT

Resumo

Este artigo propõe compreender a relação Brasil/Portugal nos conflitos coloniais da delimitação da fronteira oeste de Mato Grosso a partir da análise das Cartas e Instruções dos administradores coloniais, entrevendo nelas não só um acervo de informações, mas o processo de apropriação da escrita construída em movimento.

Referências

AMADO, Janaína. “La séduction de l’autre:

premiers intermédiaires de l’Empire portugais”. In:

Naissance du Brésil moderne. 1500 – 1808.

Colloque de l’Institut de Recherches sur les

civilisations de l’Occident Moderne. Sorbonne Les

et 5 mars, 1997.

ANTERO DE QUENTAL. “Causas da decadência

dos povos peninsulares nos últimos três séculos”.

Discurso pronunciado na noite de 27 de maio, na

sala do Cassino Lisbonense. In: Prosas escolhidas.

Rio de Janeiro: Livros de Portugal, 1942.

CORREA FILHO. Virgilio. As raias de Mato Grosso.

Fronteira Oriental. São Paulo: Secção de obras

d’O Estado de São Paulo, 1926. v. 2.

CORTÁZAR, Julio. Del sentimiento de no estar del

todo.In: _______. La vuelta ao dia em ochenta

mundos. 1992. México Siglo XXI. Editores S.A.,

Tomo 1.

FREITAS BARROS, J.C. Um quadro e uma figura: o

Mato Grosso e Luís de Albuquerque. Excerto de

uma conferência que devia ser proferida em São

Luís de Cáceres (Brasil) pelo autor. Lisboa, 1952.

FREYRE, Gilberto. Contribuição para uma sociologia

da biografia: o exemplo de Luiz de Albuquerque

governador de Mato Grosso no fim do século XVIII.

Edição da Fundação Cultural de Mato Grosso (em

comemoração ao bi-centenário de fundação das

cidades de Corumbá e Cáceres), 1978.

LACERDA E ALMEIDA, Francisco José de. Diários de

Viagem. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1944.

MAXWELL. Kenneth. Marquês de Pombal:

paradoxo do Iluminismo. Rio de Janeiro: Paz e

Terra, 1996.

MENDES, Olga Maria Castrillon. Nas raias de Mato

Grosso: o discurso de constituição da fronteira.

Dissertação de Mestrado. Campinas-SP, 2000.

MORAES, Antonio Carlos Robert. Foucault e a

geografia. In: TRONCA, Italo (org.). Foucault vivo,

Campinas-SP: Pontes, 1987.

Olga Maria Castrillon Mendes

MOURA, Carlos Francisco. D. Antonio Rolim de

Moura: primeiro Conde de Azambuja (biografia).

Cuiabá: UFMT - Imprensa Universitária, 1982.

NETO, João Antônio. Abordagem à Literatura de

Mato Grosso. Revista Educação em Mato Grosso,

n. 15, 1982.

NORA, Pierre. “Entre Memoire et Histoire: la

problématique des lieux”.In: G. Lipovestkl. L’ére

du vide. Garnier, Flamarion, s/d.

OLIVEIRA MARTINS, J.P. “Causas da decadência

dos povos peninsulares”. In: História da civilização

Ibérica. 5 ed. Lisboa: Parceria A. M. Pereira, 1909.

PÓVOAS, Lenine Campos. História Geral de Mato

Grosso: dos primórdios à queda do Império.

Cuiabá: L. C. Póvoas, 1995. v. 1.

SUSSEKIND, Flora. O Brasil não é longe daqui: o

narrador, a viagem. São Paulo: Companhia das

Letras, 1990.

Downloads

Publicado

12/02/2016

Como Citar

Mendes, O. M. C. (2016). VIAJANTES LUSOS EM TERRAS TROPICAIS: UMA QUESTÃO DE FRONTEIRA. Revista ECOS, 4(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/1007