Resenha crítica: Três clássicos da teoria da influência

Autores

  • Vera Maquêa UNEMAT

Resumo

T. S. Eliot, poeta e crítico literário inglês, publica em 1919, num livro conhecido como Selected Essays, um texto intitulado “Tradition and the individual talent” (London: Faber and Faber Limited, 1932. p. 13-22). Este texto entraria para a história da crítica e da teoria literária como uma referência elementar para a discussão sobre fontes e influências do pensamento artístico e crítico no inicio do século XX, época em que se inicia a ascensão do inglês e em que as literaturas nacionais da América Latina buscam seus próprios caminhos. Eliot, a partir da idéia de existência de uma literatura ocidental, investiga o intercâmbio entre a “Tradition and the individual talent”. Neste pequeno texto, afirma que a tradição envolve, em primeiro lugar, o senso histórico e que este é fundamental para a compreensão da literatura:

Downloads

Publicado

15/02/2016

Como Citar

Maquêa, V. (2016). Resenha crítica: Três clássicos da teoria da influência. Revista ECOS, 3(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/1036