CONTO DE MEMÓRIA CRÍTICA: LEITURA DE “ESTRANHOS PÁSSAROS DE ASAS ABERTAS”, DE PEPETELA/CRITICAL MEMORY TALE: READING OF "STRANGE BIRDS OF OPEN WINGS", BY PEPETELA

Autores

  • Beatriz de Jesus Santos Lanziero UFRJ

Resumo

Inserido no livro Contos de Morte, “Estranhos pássaros de asas abertas” convoca a tradição literária clássica portuguesa para com ela travar diálogo intertextual crítico. A partir do subtítulo, “Introdução ao Canto V de Os Lusíadas”, tal diálogo é explicitado. Na contramão da grandeza épica, na pequena escala do conto, Pepetela cita o canto, intima-o, a fim de reinscrever as vozes pelo épico silenciadas, narrar e resgatar a história do outro que o colonizador e a voz legitimadora do processo de colonização tentaram rasurar. Este artigo apresentará leitura crítica da referida obra, problematizando o diálogo intertextual pelo conto proposto, perspectivando o distanciamento crítico e paródico em movimento que, ao mesmo tempo, questiona e dinamiza texto paradigmático da literatura de língua portuguesa. Serão observadas a erupção e construção dessas vozes caladas pela narrativa totalizante, portadora de verdade universal e o contraste entre Canto e conto, entre a épica, monumental e totalizadora, e a narrativa rápida e curta.

Biografia do Autor

Beatriz de Jesus Santos Lanziero, UFRJ

Doutoranda do programa de Letras Vernáculas, Literaturas Portuguesa e Africanas, da Faculdade de Letras da UFRJ.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e estética. A teoria do romance. São Paulo: Hucitec, 1998.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica. Arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994.

CAMÕES, Luís de. Os lusíadas. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1980.

_______________. Camões: verso e prosa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

LOURENÇO, Eduardo. O labirinto da saudade. Lisboa: Dom Quixote, 1991.

PEPETELA. Contos de Morte. Lisboa: Edições Nelson de Matos, 2008.

SAMOYAULT, Tiphaine. A intertextualidade. São Paulo: Hucitec, 2008.

SANT´ANNA, Afonso Romano de. Paródia, paráfrase & CIA. São Paulo: Ática, 1985.

SARAMAGO, José. O que farei com este livro? Lisboa: Caminho, 1980.

SILVA, Anazildo Vasconcelos da & RAMALHO, Cristina. História da epopeia brasileira. Rio de Janeiro: Garamond, 2007.

SILVA, Oziel Marques, NASCIMENTO, Antônio Elias & NTONDO, Zavoni. A língua bantu angolana lwimbi [k12a] e a busca etimológica dos bantuísmos brasileiros. Disponível em: http://www.revistas.fflch.usp.br/papia/article/view/1710. Acesso em novembro de 2016.

VIEIRA, Yara Fratechi. Adamastor: o pesadelo de um ocidental. Revista Colóquio/Letras. Ensaio n° 98, p. 25-27, jul. 1987.

Downloads

Publicado

03/05/2017

Como Citar

Lanziero, B. de J. S. (2017). CONTO DE MEMÓRIA CRÍTICA: LEITURA DE “ESTRANHOS PÁSSAROS DE ASAS ABERTAS”, DE PEPETELA/CRITICAL MEMORY TALE: READING OF "STRANGE BIRDS OF OPEN WINGS", BY PEPETELA. Revista ECOS, 21(02). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/1866