O TEMPO CONDICIONAL: QUESTÕES DE IDENTIDADE EM LÍDIA JORGE E HELDER MACEDO

Autores

  • Jane Tutikian Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Este artigo estuda a obra de dois grandes escritores portugueses: Lidia Jorge e Helder Macedo, analisando a forma como trabalham a identidade. Ambos revisam a História através da literatura. Ambos põem em evidência todo o imaginário nacional que, ao longo da História, formou as configurações culturais de Portugal e do homem português, e o desconstroem. Seus textos passam a constituir modelos de interpretação do passado para que se possa entender o presente e construir futuros.A construção de uma nova percepção das circunstâncias e das pessoas.

Referências

CAMPELO, Álvaro ET alii. Pós-colonialismo e identidade. Porto: Universidade Fernando Pessoa, 1998.

CORREIA, Pedro Pezart. A descolonização. In: Portugal 20 anos de democracia. Lisboa: Printer Portuguesa, 1996.

GOULD, Isabel, Partes de África: cartografia de uma identidade cultural portuguesa. In: Luso-Brasilian Review, 42, 2005.

FORNOS, José L. Lídia Jorge: territórios da paixão e da escrita. In: ABRIL – Revista do Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana da UFF, Rio de Janeiro, 2, 2009.

JORGE, Lídia. Combateremos a sombra.Lisboa: Dom Quixote, 2007.

JORGE, Lídia. O vento assobiando nas gruas. Lisboa: Dom Quixote, 2003.

JORGE, Lídia. O jardim sem limites. Lisboa: Europa-América, 1995.

JORGE, Lídia. O dia dos prodígios. 6.ed. Lisboa: Europa-América, 1990.

JORGE, Lídia. A costa dos murmúrios. Lisboa: Europa-América, 1988.

JORGE, Lídia. Notícia da cidade silvestre. 6.ed. Lisboa: Europa-América, 1984.

LOURENÇO, Eduardo. Literatura e revolução. Colóquio Letras, Lisboa, 78, 1984.

LOURENÇO, Eduardo. A Europa desencantada. Para uma mitologia européia. Lisboa: Visão, 1994.

MACEDO, Helder. Natália. Lisboa: Editorial Presença, 2009.

MACEDO, Helder. Sem nome. Lisboa: Editorial Presença, 2004.

MACEDO, Helder. Vícios e virtudes. Rio de Janeiro: Record, 2002.

MACEDO, Helder. Pedro e Paula. Lisboa: Editorial Presença, 1998.

MACEDO, Helder. Partes de África.Lisboa: Editorial Presença, 1991.

MACEDO, Helder. Jane Tutikian entrevista Helder Macedo.In: Conexão Letras, Porto Alegre, 4, p. 95, 2009.

MIELIETINSKI, E. M. A poética do mito. Trad. Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1987.

REIS, Carlos. Lídia Jorge: Em busca do final feliz. Trabalho de casa. In: JL. Jornal de Letras, Artes e Ideias. Ano XXIII / número 858. De 20 de agosto a 2 de setembro de 2003.

ROMANO, Ruggiero et alii.Cultura e identidad nacional. Mexico: Consejo Nacional para la Cultura y las Artes/ Fondo de Cultura Económica, 1994.

SAID, Edward W. Cultura e imperialismo. Trad. Denise Bottman. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

SIMÕES, Maria de Lourdes Netto. Caminhos da ficção. Salvador: SCT, 1996.

TUTIKIAN, Jane. Inquietos olhares: A construção do processo de identidade nacional nas obras de Lídia Jorge e Orlanda Amarílis. São Paulo: Arte e Ciência, 1999.

Downloads

Publicado

09/12/2014

Como Citar

Tutikian, J. (2014). O TEMPO CONDICIONAL: QUESTÕES DE IDENTIDADE EM LÍDIA JORGE E HELDER MACEDO. Revista ECOS, 17(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/242