MANIFESTAÇÕES DA CULTURA POPULAR NAS PEÇAS O SANTO E A PORCA, DE ARIANO SUASSUNA E PEDRO ANDRADE, A TARTARUGA E O GIGANTE DE JOSÉ MENA ABRANTES

Autores

  • Reila Márcia Borges Rodrigues UNEMAT

Resumo

Este artigo contempla uma discussão que envolve as peças O santo e a porca, do escritor brasileiro Ariano Suassuna e Pedro Andrade, a Tartaruga e o Gigante do escritor angolano José Mena Abrantes, reconhecendo as semelhanças e dessemelhanças nas obras cênicas, destacando, assim, os contextos em que são construídas, as situações sociopolíticas que as envolve, bem como o tempo e o espaço em que estão inseridas. Revelando também alguns aspectos que despertam a criticidade do leitor/espectador em relação à situação de desigualdade em que a população de países colonizados por Portugal apresenta. Do mesmo modo, será crucial demonstrar as manifestações populares das quais emergiram suas criações.

Referências

ABRANTES, José Mena, Teatro. Primeiro Volume. Coimbra: Cena Lusófona, 1999. BAKHTIN, Mikhail, A cultura popular na Idade Média e no Renascimento, o

contexto de François Rabelais. Ed. Hucitec, 7ª edição, São Paulo/SP, 2010.

CANDIDO, Antonio, Literatura e sociedade. Ed. Ouro sobre azul, Rio de Janeiro, RJ.

, 11ª Edição.

A personagem de Ficção. Ed. Perspectiva, 11ª Ed. São Paulo/SP, 2009.

DIMITROV, Eduardo, O Brasil dos espertos: uma análise da construção social de

Ariano Suassuna como criador e criatura. Ed. Alameda, São Paulo, 2011

FERNANDES, Ângela Ecos de humanismo e de humanidade na renovação da Literatura Comparada - VI Congresso Nacional Associação Portuguesa de Literatura Comparada / X Colóquio de Outono Comemorativo das Vanguardas – Universidade do Minho 2009/2010.

RABETTI, Beti, Teatro e comicidades: estudos sobre Ariano Suassuna e outros ensaios, Ed. 7 Letras, Rio de Janeiro, 2005.

REÑONES, Albor Vives. O Riso Doído – atualizando o mito, o rito e o teatro grego.

São Paulo: Ágora, 2002.

REVISTA PREÁ, Revista de Cultura do Rio Grande do Norte, ISSN 1679-4176, Ano III, nº14, Setembro/ Outubro de 2005.

SAID, Edward W., Humanismo e crítica democrática, ed. Companhia das Letras,

SILVA, Agnaldo Rodrigues. Escritos Culturais – literatura, arte, movimento.

Cuiabá: Editora de Liz, 2011.

Teatro angolano: O grande circo autêntico, de José Mena Abrantes in

Revista conexão letras, As línguas & as literaturas de língua portuguesa e brasileira

/ Programa de Pós-Graduação do Instituto de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. ISSN 1980-332x, Vol. 8, n. 9. - Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2013.

SUASSUNA, Ariano, O santo e a porca, Editora José Olympio, 28ª Edição, Rio de Janeiro, 2013.

Seleta em prosa e verso, org. Silviano Santiago, Editora José Olympio, 2ª Edição, Rio de Janeiro, 2007.

Almanaque Armorial, org. Carlos Newton Junior, Editora José

Olympio, 2ª Edição, Rio de Janeiro, 2008.

SZONDI, Peter. Teoria do Drama Burguês. São Paulo: Cosac Naify, 2004. VASSALO, Lígia, O Sertão Medieval: origens européias do teatro de Ariano Suassuna, Ed. Livraria Francisco Alves, Rio de Janeiro/RJ, 1993.

Downloads

Publicado

09/12/2014

Como Citar

Borges Rodrigues, R. M. (2014). MANIFESTAÇÕES DA CULTURA POPULAR NAS PEÇAS O SANTO E A PORCA, DE ARIANO SUASSUNA E PEDRO ANDRADE, A TARTARUGA E O GIGANTE DE JOSÉ MENA ABRANTES. Revista ECOS, 17(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/247