A VIOLÊNCIA DE GÊNERO NA LITERATURA CABO-VERDIANA/THE GENDER VIOLENCE IN CAPE VERDEAN LITERATURE

Autores

  • Geni Mendes de Brito Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN

Resumo

O conto “Foram as dores que o mataram”, de Dina Salústio, escritora cabo verdiana, traz à lume uma discussão ímpar sobre a realidade de violência a que muitas mulheres estão subjugadas em algumas ilhas de Cabo Verde, mas também em diferentes rincões do mundo. À luz dos estudos e do conceito da Literatura e da Antropologia sobre esta realidade vivenciada por mulheres sofridas, silenciadas, decorrente do machismo e do patriarcado, este ensaio apresenta uma análise sobre violência de gênero que, através da narrativa contemporânea, anuncia um tipo de realidade que se abisma na lente de contato da inscritura africana. Nessa travessia, a artimanha de contar história vem traduzida pelo legado das culturas dos povos insulares.

Biografia do Autor

Geni Mendes de Brito, Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem - Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN- Brasil .

Referências

ARENDT, Hannah. Sobre a violência. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1994.

BORIS, Georges Daniel Janja Bloc. Falas masculinas ou ser homem em Fortaleza: múltiplos recortes da construção da subjetividade masculina na contemporaneidade. In: AMARAL, Célia Chaves Gurgel et al. Teoria e práxis dos enfoques de gênero. Salvador: REDOR, 2004.

BEAUVOIR, Simone. O segundo sexo. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1970.

BENJAMIN, Walter. O narrador. In: ______. Obras escolhidas. Magia e Técnica, Arte e Política. v. 1, 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1986.

BOURDIEU, Pierre. A Dominação Masculina. Trad. Maria Helena Kühner. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

CHAUÍ, Marilena. Participando do Debate sobre Mulher e Violência. In: FRANCHETTO, Bruna; CAVALCANTI, Maria Laura; HEILBORN, Maria Luiza (Orgs.). Perspectivas Antropológicas da Mulher. v. 4. São Paulo: Jorge Zahar, 1985.

DELGADO, Liriam Tiujo (Org.). Cabo Verde e a CEDAW. Relatório à Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e Documentos Conexos. Praia: Instituto Cabo-verdiano para a Equidade e Igualdade de Gênero (CIEG), 2007.

GARCÍA-MORENO, Claudia. Violência perpetrada por parceiros íntimos. In: World Health Organization. World Report on violence and Health. Genebra: OMS, 2002, p. 91-121.

GOMES, Simone Caputo. Cabo Verde: Literatura em chão de cultura. São Paulo: Ateliê Editora, 2008.

______. “Mulher com paisagem ao fundo”. In: África e Brasil: Letras em Laços. SEPÚLVEDA, Maria do Carmo; SALGADO, Maria Teresa (Orgs.). São Paulo: Atlântica, 2000.

GOLDEBERG, Anette. Tudo começou antes de 1975: ideias inspiradas pelo estudo da gestação de um feminismo “bom para o Brasil”. In: Relações Sociais de Gênero X Relações de Sexo. São Paulo: Núcleo de Estudos da Mulher e Relações Sociais de Gênero – USP, 1989, pp 1-45.

GREGORI, Maria Filomena. Cenas e queixas: mulheres e relações violentas. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1992.

GROSSI, Miriam Pillar. Masculinidades: uma revisão teórica. Antropologia em primeira mão, Santa Catarina, n. 1, p. 4-37, 2004.

QUEIROZ, Sônia Maria Alves. Leitura e representação social das mulheres em Cabo Verde: vencendo barreiras. 2010. Dissertação (Mestrado em Estudos Comparados de Literatura de Língua Portuguesa) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

RAMÃO, Silvia Regina; MENEGHEL, Stela Nazareth: OLIVEIRA, Carmen. Nos caminhos de Iansã: cartografando a subjetividade de mulheres em situação de violência de Gênero. Revista Psicologia & Sociedade, Porto Alegre, v. 17, n. 2, p. 17-28, mai./ago. 2005.

RICHARDS, Jeffrey. Sexo, desvio e danação. As minorias na idade média. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1993.

SAFFIOTI, Heleieth I. B. Gênero, Patriarcado, Violência. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2004.

SALGADO, Maria Teresa. Noites nada mornas de Dina Salústio: a oportunidade do diálogo. Revista do Núcleo de Estudos e Literatura Portuguesa e Africanas da UFF, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 36-40, ago. 2008.

SALÚSTIO, Dina. Mornas eram as noites. Praia: Instituto cabo-verdiano do livro e do disco, 1994.

SANTOS, Cecília MacDowell; IZUMINO, Wânia. Violência contra as Mulheres e Violência de Gênero: Notas sobre Estudos Feministas no Brasil. In E.I.A.L. Estudios Interdisciplinarios de América Latina y El Caribe, v. 16, n. 1, p. 147-164, 2005.

SANTOS, Sonia Maria. A Oportunidade do Grito em Mornas eram as Noites, de Dina Salústio. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal Fluminense, 1997.

SOUZA, Mailza Rodrigues Toledo de. Quando a literatura reflete a vida: retratos da violência de gênero na literatura cabo-verdiana. I Seminário Internacional de Literatura Afrolatina, 1, 2012, Uberlândia. Anais... Uberlândia, EDUFU, 2012, p. 415-424.

SCOTT, Joan Wallach. Gênero: uma categoria útil de análise histórica.

Educação &Realidade. Porto Alegre, vol. 20, nº 2, jul./dez. 1995, pp. 71-99.

ZOLIN, Lúcia Osana. Crítica feminista, In: BONNICI, Thomas; ZOLIN, Lúcia Osana (Orgs). Teoria Literária: Abordagens Históricas e tendências contemporâneas. 3. ed. Maringá: Eduem, 2009.

Downloads

Publicado

30/06/2019

Como Citar

Brito, G. M. de. (2019). A VIOLÊNCIA DE GÊNERO NA LITERATURA CABO-VERDIANA/THE GENDER VIOLENCE IN CAPE VERDEAN LITERATURE. Revista ECOS, 26(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/4154

Edição

Seção

LITERATURA