A PROPAGANDA DA PEPSI: O (RE) SIGNIFICAR NAS DIFERENTES POSIÇÕES-SUJEITO

Autores

  • Ana Luiza Artiaga R. Motta
  • Estela Seraglio Furrer

Resumo

Este trabalho inscreve-se na teoria da Analise de Discurso e tem como objetivo compreender como o discurso midiático de propaganda, representa e significa o uso da língua estrangeira em uma distinta condição de produção. Observaremos as diferentes posições- sujeito no discurso na cena de uma propaganda veiculada Em janeiro de 2012, em circulação em cadeia nacional. A questão incide em pensar a língua inglesa tomada no comercial por falantes não fluentes de um determinado idioma.

Referências

FERREIRA, Maria Cristina Leandro. O caráter singular da língua na análise do discurso. Revista Organon, vol.17, nº35. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, p.189-200.

GRIGOLETTO, Evandra. Do lugar social ao lugar discursivo: o imbricamento de diferentes posições-sujeito. In: INDURSKY, Freda (org.). Análise do discurso no Brasil: mapeando conceitos, confrontando limites. São Carlos: Claraluz, 2007.

INDURSKY, Freda (org.). Análise do discurso no Brasil: mapeando conceitos, confrontando limites. São Carlos: Claraluz, 2007.

ORLANDI, Eni P. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas, SP: Pontes, 2008.

_________________Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 5 ed.Campinas, SP: Pontes,2007.

_________________Análise de Discurso: Princípios e Procedimentos. 9 ed.Campinas, SP: Pontes, 2010.

________________ O sujeito discursivo contemporâneo: um exemplo. In: INDURSKY, Freda (org.). Análise do discurso no Brasil: mapeando conceitos, confrontando limites. São Carlos: Claraluz, 2007.

OXFORD. Dicionário escolar para estudantes brasileiros. Oxford University Press, 2009.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Tradução: Eni P. Orlandi. 6 ed.Campinas, SP: Pontes, 2012.

________________Análise de Discurso: Michel Pêcheux. Textos selecionados por Eni P. Orlandi. Campinas, SP: Pontes, 2011.

________________Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução: Eni P. Orlandi. [et.al] 4ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1995.

Downloads

Publicado

15/09/2014

Como Citar

Motta, A. L. A. R., & Furrer, E. S. (2014). A PROPAGANDA DA PEPSI: O (RE) SIGNIFICAR NAS DIFERENTES POSIÇÕES-SUJEITO. Revista ECOS, 16(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/45

Edição

Seção

LINGUÍSTICA/ LÍNGUA PORTUGUESA