LITERATURA E HISTÓRIA: OS LIAMES DA FICÇÃO NO ROMANCE HISTÓRICO MULHERES DE CINZAS, DE MIA COUTO/LITERATURE AND HISTORY: THE LIAMES OF FICTION IN THE HISTORICAL ROMANCE MULHERES DE CINZAS, BY MIA COUTO

Autores

  • Ana Claudia Servilha Martins UNEMAT
  • Agnaldo Rodrigues da Silva UNEMAT

Resumo

Mulheres de cinzas (2015), primeiro romance da trilogia miacoutiana, apresenta inúmeros elementos que transitam entre a História da África e os liames da ficção, tendo como tema as ocupações sofridas pelo continente africano durante o período colonial, mais especificamente no sul de Moçambique. Essa região era denominada de Estado de Gaza e governada pelo último e grande imperador: Ngungunyane (ou Gungunhane). Identifica-se nessa narrativa o cuidado dispensado aos aspectos históricos de um passado que se faz vivo nas lembranças de muitos moçambicanos. A obra privilegia dois personagens: Imani e o militar português Germano, a fim de discutir as múltiplas identidades construídas a partir do trânsito desses protagonistas. Desse modo, a narrativa discute as várias possibilidades, bem como os olhares possíveis sobre os acontecimentos históricos de Moçambique, as estruturas políticas demarcadas pelos processos desterritorização e reterritorialização do continente, a partir da Conferência de Berlim.

PALAVRAS-CHAVE: Literatura moçambicana; Mia Couto; Mulheres de Cinzas.

Biografia do Autor

Ana Claudia Servilha Martins, UNEMAT

Mestra em Estudos Literários pela Universidade do Estado de Mato Grosso. Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Estudos Literários /PPGEL - UNEMAT, sob a orientação do Prof. Dr. Agnaldo Rodrigues da Silva.

Agnaldo Rodrigues da Silva, UNEMAT

Doutor da Universidade do Estado de Mato Grosso, Curso de Letras e Programa de Pós-graduação em Estudos Literários.

Referências

BHABHA, Homi K. O Local da cultura. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2001.

. A questão do Outro: diferença, discriminação e o discurso do colonialismo. Trad. Francisco C. L. Júnior. In: HOLANDA, Heloisa Buarque (Org.). Pós-modernismo e Política. Rio de Janeiro: Rocco, 1992.

CAVACAS, Fernanda. Mia Couto: Pensatempos e improvérbios. Lisboa: Mar Além; Instituto Camões, 2000.

COUTO, Mia. Mulheres de cinzas. 1. ed. 2. reimp. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

FONSECA, Ana Margarida. O lugar do outro: representações da identidade nas narrativas de Mia Couto e José Eduardo Agualusa. Diacrítica: dossier de literatura comparada. Universidade do Minho: Húmus.

HALL, Stuart. Identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2003.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. Trad. de Beatriz Sidou. São Paulo: Centauro, 2006.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. Tradução de Bernardo Leitão. São Paulo: Editora da Unicamp, 1996.

MACEDO, Tania; MAQUÊA, Vera. Literaturas de língua portuguesa: marcos e marcas. Moçambique. São Paulo: Arte e Ciência, 2007.

OTTO, Rudolf. O sagrado: os aspectos irracionais na noção do divino e sua relação com o racional. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes,

PADILHA, L. C. Entre a voz e a letra: o lugar da ancestralidade na ficção angolana do séculoXX. Niterói: EDUFF, 1995.

SAID, Edward. W. Cultura e Imperialismo. Tradução Denise Bottman. São Paulo: Companhia das letras, 1995.

SOUSA, Fernando de. O Jornal de Notícias e a Revolta de 31 de Janeiro de 1891. Revista da Faculdade de Letras. História, Porto, série II, v. 07, p. 439-453, 1990. Disponível em:

<http://ler.letras.up.pt/site/default.aspx?qry=id04id18id299&sum=sim>. Acesso em: 22 mar. 2019.

. Reflexões sobre o exílio e outros ensaios. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

TORRES, Léia da Silva Gomes. Entre literatura e opinião: Vida Intelectual de Mia Couto pelas obras Antes de Nascer o Mundo e Pensatempos. Tangará da Serra- MT, 2014.

TUTIKIAN, Jane. Velhas identidades novas - o pós-colonialismo e a emergência das nações de Língua Portuguesa. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2006.

TUTIKIAN, Jane; CONTE, Daniel (Orgs). Palavra Nação. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2012.

Downloads

Publicado

02/01/2021

Como Citar

Martins, A. C. S., & Silva, A. R. da. (2021). LITERATURA E HISTÓRIA: OS LIAMES DA FICÇÃO NO ROMANCE HISTÓRICO MULHERES DE CINZAS, DE MIA COUTO/LITERATURE AND HISTORY: THE LIAMES OF FICTION IN THE HISTORICAL ROMANCE MULHERES DE CINZAS, BY MIA COUTO. Revista ECOS, 29(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/5103

Edição

Seção

LITERATURA

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>