UMA GERAÇÃO DA UTOPIA, OU DA ESPERANÇA COMO PRINCÍPIO/A GENERATION OF UTOPIA, OR OF HOPE AS A PRINCIPLE

Autores

  • Benjamin Abdala Junior USP

Resumo

O leitor de A geração da utopia pode se surpreender com a primeira frase do romance: “Portanto, só os ciclos eram eternos”. Na verdade, essa afirmativa permite compreender vários aspectos das estratégias narrativas desenvolvidas no romance. É de grafar, para nossa apresentação/discussão, o “portanto”, deslocado de sua função tradicional que aponta para a conclusão de um enunciado para a de introdutor da enunciação que se inicia.  E também o fato de os ciclos já não serem eternos (“eram eternos”, afirma o escritor), deslocados, assim, de sua significação tradicional.

PALAVRAS-CHAVE: Utopia; Angola; Pepetela.

Biografia do Autor

Benjamin Abdala Junior, USP

Doutor da Universidade de São Paulo/ Brasil.

Referências

PEPETELA. A geração da utopia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.

Downloads

Publicado

02/01/2021

Como Citar

Junior, B. A. (2021). UMA GERAÇÃO DA UTOPIA, OU DA ESPERANÇA COMO PRINCÍPIO/A GENERATION OF UTOPIA, OR OF HOPE AS A PRINCIPLE. Revista ECOS, 29(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/5106

Edição

Seção

LITERATURA