A RELAÇÃO ENTRE XILOGRAVURAS E CANTIGAS NA CONSTITUIÇÃO DO PERFIL DA VIÚVA EM CRISE EM “DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS”

Autores

  • Clarissa Loureiro

Resumo

Este artigo se propõe a analisar como em “Dona Flor e seus dois maridos” a xilogravura e as cantigas se cruzam para exprimir o desenvolvimento psíquico da personagem “Flor”, descobrindo-se uma viúva em crise pela convivência conflituosa entre a identidade que a sociedade lhe impõe e aquela que sua própria vivência lhe faz descobrir. A intenção, portanto, é se demonstrar como esta obra se caracteriza como um romance dialógico em que as linguagens se interpenetram de modo a se tornarem vozes da personagem ,seja como expressões de memória de sustentação do luto, seja como representações de uma consciência em crise por conta da gradativa queda deste luto. Predomina, portanto, neste trabalho, o olhar sobre Jorge Amado como regente de linguagens que faz de sua obra um romance dialógico cujas manifestações populares são fonte estética criativa do enredo em constante entrelaçamento com as vozes das personagens

Referências

ALVES, Fernanda Rachel Soares. Cantiga de roda e musicoterapia:

possíveis caminhos de uma leitura. XII Simpósio Brasileiro de

Musicoterapia Pesquisa – Artigo - Comunicação Oral. ia em Musicoterapia.

BAKHTIN, Mikhail. Questões de estética e de Literatura: a teoria do

romance. São Paulo: Hucitec,1988.

__________________. A cultura popular na Idade Média e no

Renascimento. São Paulo: Hucitec, 1993.

BARTHES, Roland . Mitologias. Rio de janeiro: Bertandre, 1993.

BOWLBY, J. (1993). Separação: Angústia e raiva. Em Apego e perda:

Vol. 2 (L. H. B. Hegenberg & M. Hegenberg, Trad.). São Paulo: Martins

Fontes. (Original publicado em 1973)

CANDIDO, Antônio. Crítica e sociologia. In: literatura e sociedade:

estudos de teoria e história da literatura. 5 e.d. ver. São Paulo: Nacional,

CHARTIER, Roger. A História Cultural entre práticas e representações.

Tradução de Maria Manuela Gallardo. Lisboa: DIFE, 2002.

DENIS, Ferdinand. Resumo da história literária do Brasil. Tradução e

notas de Guilhermino. César.. Porto Alegre: Lima, 1968. p.29-39:

LEITE DE VASCONCELOS, J. Opúsculos: Etnologia (parte II) Canções

do Berço. Vol. VII.,

Revista Lusitana, X, 86, 1907.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: a problemática dos lugares.

São Paulo: Projeto História., 1993

ORTIZ, Renato. Cultura Brasileira e Identidade Nacional. São Paulo:

brasiliense, 1985.

ZUMTHOR, Paul. A Letra e a Voz: a literatura medieval. São Paulo:

Companhia das Letras, 1993.

Downloads

Publicado

07/07/2015

Como Citar

Loureiro, C. (2015). A RELAÇÃO ENTRE XILOGRAVURAS E CANTIGAS NA CONSTITUIÇÃO DO PERFIL DA VIÚVA EM CRISE EM “DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS”. Revista ECOS, 15(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/627