A DISCRIMINAÇÃO RACIAL NO ROMANCE: UM ESTUDO SOBRE O MULATO, DE ALUÍSIO AZEVEDO

Autores

  • Lucimaira Silva Ferreira Professora da educação básica, da rede pública de ensino.
  • Marilza Garcia Gomes Professora da educação básica, da rede pública de ensino.

Resumo

Este artigo faz um estudo sobre a discriminação racial no romance O mulato, de Aluísio Azevedo, em uma linha de reflexão que dialoga com as tendências atuais que debatem a literatura e a vida social nos países de língua portuguesa, neste caso o Brasil. Situado no Realismo/Naturalismo, as obras de Aluísio Azevedo aderem ao cientificismo próprio do período, colocando em cena personagens que representam as patologias da sociedade da época. Nessa direção, este artigo fomentará uma discussão sobre o lugar do mulato na sociedade brasileira em determinado período histórico, bem como a representação que o autor faz dessa problemática por meio de seu romance.

Referências

AZEVEDO, Aluísio. O Mulato. São Paulo: Editora Moderna, 1994.

BOSI, Alfredo. História Concisa da Literatura Brasileira. São Paulo: Cultrix, 2002.

Revista ECOS. Coordenação de Agnaldo Rodrigues da Silva (Revista do Instituto de Linguagem).

Cáceres- MT: Editora Unemat, 005.

Downloads

Publicado

08/07/2015

Como Citar

Ferreira, L. S., & Gomes, M. G. (2015). A DISCRIMINAÇÃO RACIAL NO ROMANCE: UM ESTUDO SOBRE O MULATO, DE ALUÍSIO AZEVEDO. Revista ECOS, 15(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/646

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)