A INFÂNCIA NA LITERATURA BRASILEIRA: APONTAMENTOS DE PEDRO NAVA E ÉRICO VERÍSSIMO

Autores

  • Rosemar Eurico Coenga Doutor em Letras pela Universidade de Brasília (UnB). Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo investigar as memórias de infância na escrita autobiográfica de Pedro Nava e Erico Veríssimo, destacando as estratégias de autorrepresentação adotadas pelos autores nas obras Baú de Ossos e Solo de Clarineta. Para análise elegemos os procedimentos comuns na retórica de nosso corpus, tais como a primeira lembrança, o núcleo familiar, os pais, os lugares da memória, a época de escola e a cena de leitura. Ao encenar as formas de ler, o leitor-escritor constrói rastros diversos sobre suas memórias de leitura.  

Referências

ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. Tradução Dora Flaksman. Rio de Janeiro: Guanabara, 1981.

ARFUCH, Leonor. O espaço biográfico: dilemas da subjetividade contemporânea. Tradução Paloma Vidal. Rio de Janeiro: Editora da UERJ, 2010.

BACHELARD, Gaston. A poética do devaneio. Tradução Antonio de Pádua Danesi. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

_______. A poética do espaço. Tradução Antonio de Pádua Danesi. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

CANDIDO, Antonio. Ficção e confissão. São Paulo: Editora 34, 1999.

FRAISSE, Emmanuel et al. (Org.). Representações e imagens da leitura. Tradução Osvaldo Biato. São Paulo: Ática, 1997.

GALLE, Helmut et al. (Orgs.). Em primeira pessoa: abordagens de uma teoria da autobiografia. São Paulo: Annablume, 2009.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. Tradução Beatriz Sidou. São Paulo: Centauro, 2006.

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico: de Rousseau à internet. Tradução Jovita Maria Gerheim Noronha e Maria Inês Coimbra Guedes. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2008.

MOLLOY, Sylvia. Vale o escrito?a escrita autobiográfica na América hispânica. Tradução Antonio Carlos Santos. Chapecó: Argos, 2003.

MIRAUX, Jean-Philippe. La autobiografia: las escrituras del yo. Buenos Aires: Nueva Visión, 2005.

NAVA, Pedro. Baú de Ossos. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.

_______. Balão Cativo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

NIGRO, Cláudia Maria Ceneviva; BUSATO, Sussana; AMORIM, Orlando Nunes de. Literatura e representações do eu: impressões autobiográficas. São Paulo: Editora da UNESP, 2010.

POMPOUGNAC, Jean-Claude. Relatos de aprendizado. In:FRAISSE, Emmanuel. Representações e imagens da leitura. Tradução Osvaldo Biato. São Paulo: Ática, 1997.

REMÉDIOS, Maria Luiza Ritzel (Org.). Literatura confessional: autobiografia e ficcionalidade. Porto Alegre: Mercado de Letras, 1997.

VERÍSSIMO, Erico. Solo de Clarineta. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

ZAGURY, Eliane. A escrita do eu. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1982.

Downloads

Publicado

12/07/2015

Como Citar

Coenga, R. E. (2015). A INFÂNCIA NA LITERATURA BRASILEIRA: APONTAMENTOS DE PEDRO NAVA E ÉRICO VERÍSSIMO. Revista ECOS, 18(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/688