A POÉTICA DE SEBASTIÃO UCHOA LEITE: IMPUREZAS E DESDOBRAMENTOS

Autores

  • Rosana Nunes Alencar Professora do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários da Universidade Federal de Rondônia.

Resumo

Em pouco mais de 40 anos dedicados à escrita esumo: literária, Sebastião Uchoa Leite, uma das vozes contemporâneas da poesia brasileira, singulariza-se por construir sua poética a partir de um olhar que espreita o mundo pelas frestas, pelos vãos, pelas sombras. O estilo prosaico, a escrita enxuta, a fratura inusitada dos versos e das palavras aproximam sua escritura de Drummond, de João Cabral, dos concretistas, revelando que esse poeta pernambucano apropriou-se e deixou-se contaminar por vozes consagradas da poesia brasileira (e da francesa, a exemplo de Paul Valéry), e por linguagens como a do cinema, da pintura e dos quadrinhos, de modo a desdobrar-se em múltiplos exercícios de invenção. Portanto, é objetivo deste artigo investigar a impureza da escritura e seus desdobramentos na poética de Sebastião Uchoa Leite.

Referências

BARBOSA, João Alexandre (Prefácio). Raro entre os raros.

In: LEITE, Sebastião Uchoa. A espreita. São Paulo:

Perspectiva, 2000. p.11-27.

BLOOM, Harold. A angústia da influência: uma teoria da

poesia. Tradução de A. Nestrosvski. Rio de Janeiro: Imago,

BARTHES, Roland. A morte do autor. In: ____. O rumor da

língua. São Paulo: Brasiliense, 1998. p. 65-70.

CAMPOS, Haroldo de. (Orelha do livro). In: LEITE, Sebastião

Uchoa. A espreita. São Paulo: Perspectiva, 2000.

DASSIE, Franklin Alves. Sebastião Uchoa Leite: poética, vozes

e espaços. 2007. 119f. Dissertação (Mestrado em Letras),

Universidade Federal Fluminense, Niterói.

FERNANDES, Francisco; LUFT, Celso Pedro; GUIMARÃES, F.

Marques. Dicionário brasileiro Globo. 56.ed. São Paulo:

Globo, 2003.

KRISTEVA, Julia. Introdução à semanálise. Tradução de L.

H. F. Ferraz. São Paulo: Perspectiva, 1974.

LEITE, Sebastião Uchoa. Obra em dobras. São Paulo:

Duas Cidades. 1998.

______. A ficção vida. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993.

______. A espreita. São Paulo: Perspectiva, 2000.

______. A regra secreta. São Paulo: Landy, 2002.

NOVA enciclopédia barsa. São Paulo: Encyclopedia

Britannica do Brasil Publicações, 1998.

SILVA, Paulo Cesar Andrade da. O poeta-espião:

configuração do sujeito em Sebastião Uchoa Leite. 2005.

f. Tese (Doutorado em estudos Literários) - Faculdade

de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista,

Araraquara.

SISCAR, Marcos. A cisma da poesia brasileira. Sibila – Revista

de Poesia e Cultura, São Paulo, ano 5, n. 8-9, p.1-10, 2005.

VALÉRY, Paul. Esboço de uma serpente. Disponível em:

. Acesso em:

ago.2009.

Downloads

Publicado

11/02/2016

Como Citar

Alencar, R. N. (2016). A POÉTICA DE SEBASTIÃO UCHOA LEITE: IMPUREZAS E DESDOBRAMENTOS. Revista ECOS, 9(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/942