ANDORINHA, ANDORINHA

Autores

  • Eduardo Guimarães Professor da Universidade Estadual de Campinas DL – IEL/LabeurbUnicamp

Resumo

Este texto tem como objetivo analisar o poema esumo “Andorinha”, de Manuel Bandeira, a partir de um dispositivo de análise semântica do texto. Para isso, apresenta uma posição a respeito do que é texto e busca, nos estudos de crítica literária, um procedimento de análise que é transformado pela posição da semântica da enunciação e pela consideração da noção de recorte. Com este dispositivo é feita a análise do texto de Bandeira.

Referências

GUIMARÃES, E. Texto e argumentação. Campinas:

Pontes, 1987.

______. Enunciação e história. História e sentido na

linguagem. 2.ed. Campinas: RG, 2008. p.71-79.

______. Texto e enunciação. Organon, Porto Alegre,

v.23, p.63-68, 1995.

______. Semântica do acontecimento. Campinas:

Pontes, 2002.

______. Domínio semântico de determinação. In: ______

A palavra: forma e sentido. Campinas: RG/Pontes,

p.79-96.

HALLIDAY, M.A.K.; HASAN, R. Cohesion in English.

Londres: Longman, 1976.

ORLANDI, E. P. A linguagem e seu funcionamento.

Campinas: Pontes, 1987.

RIFATERRE, M. A produção do texto. São Paulo: Martins

Fontes, 1989.

SIPTZER, L. Lingüística e história literária. Madrid:

Gredos, 1974.

Downloads

Publicado

11/02/2016

Como Citar

Guimarães, E. (2016). ANDORINHA, ANDORINHA. Revista ECOS, 9(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/944

Edição

Seção

LINGUÍSTICA/ LÍNGUA PORTUGUESA