DINAMICIDADE NO ENSINO FORMAL: RESGATE HISTÓRICO ATRAVÉS DE MAQUETES

Autores

  • André Luis Ramos Soares
  • Andrielli Matos da Rosa
  • Carolina Bevilacqua Vedoin
  • Thaise Vanise Corrêa Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Palavras-chave:

Maquete – Interdisciplinaridade – Navio Negreiro – Casa Grande & Senzala – O Cortiço.

Resumo

Um desafio recorrente às práticas pedagógicas é a inovação, prática que o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) pretende levar às escolas públicas de educação básica, a fim de dinamizar a tradicional aula de história e também instigar os alunos na produção de conhecimento, e não na reprodução dos fatos históricos.  Portanto, surgiu o interesse de trabalhar a história através de maquetes, sendo esse o tema abordado no decorrer do artigo; as maquetes trabalhadas em sala de aula formam uma cronologia, sendo elas: Navio Negreiro, Casa Grande & Senzala e O Cortiço, cada uma representando seus conceitos e características referentes ao processo histórico. Também é abordada a interdisciplinaridade da literatura com o ensino de história.

Referências

ALVES, Castro. O Navio Negreiro. Salvador: Progresso, 1959.

AZEVEDO, Aluísio. O Cortiço. 30. Ed. São Paulo: Ática, 1997.

ARTIGOS DE REVISTAS

LOPES, W. M. ; SOARES, A. L. R. 2010. As maquetes no ensino formal: dinamicidade nas aulas de história através do lúdico. In: Sergio Celio Klamt; André Luis Ramos Soares. (Org.). Santo Amaro: arqueologia e educação patrimonial. 1ed.: , v. 1, p. 141-147.

GUTERRES, Clóvis Renan Jacques. 1990. Educação: Teoria e Prática da Transformação. Universidade Federal de Santa Maria.

FERREIRA, Márcia Ondina Vieira. 1990. Como vejo minha Prática Educativa. Universidade Federal de Pelotas.

SILVA, Manuela Ilha; SOARES, André Luis Ramos, 2013. A Adoção de Maquetes Físicas em Sala de Aula – Suportes Lúdicos para o Ensino de História.

ARTIGOS DE REVISTAS ELETRÔNICAS

SOARES, André Luis Ramos. Educação Patrimonial na Universidade Federal de Santa Maria: O Núcleo de Estudos do Patrimônio e Memória e sua inserção na comunidade. 2007. Disponível na World wide web: <http://jararaca.ufsm.br/websites/nep/download/Textos%20Nep/NEP.pdf>.

LOPES, W. M.; FLÔRES, C. S.; SOARES, A. L. R. Preto no branco? Resgate histórico em maquete de um navio negreiro. 2007. Disponível na World wide web: < http://jararaca.ufsm.br/websites/nep/download/TExtos/Navio%20neg..pdf>.

ROMANI, Giovani Luiz. Ensino de História e a interdisciplinaridade. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 24., 2007, São Leopoldo, RS. Anais do XXIV Simpósio Nacional de História – História e multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos. São Leopoldo: Unisinos, 2007. CD-ROM.

MOREIRA, D. F. R. S. Da “indisciplina” à participação: experiência no ensinoaprendizagem de história. 2013. Disponível na World wide web: < http://www.pibid.unir.br/downloads/2340_anais_iii_encontro_pibid.pdf>.

MONOGRAFIAS

MACHADO, Márcia Kaipers. O Uso da maquete nas séries iniciais do ensino fundamental para o estudo do município de Santa Maria – RS. Trabalho de graduação A. 2004.

BOTEGA, Leonardo da Rocha. Ocupação da Fazenda Santa Marta em Santa Maria-RS (1991-1993). Monografia. Especialização em História do Brasil – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2004.

Downloads

Publicado

05/12/2014

Como Citar

Soares, A. L. R., Rosa, A. M. da, Vedoin, C. B., & Corrêa, T. V. (2014). DINAMICIDADE NO ENSINO FORMAL: RESGATE HISTÓRICO ATRAVÉS DE MAQUETES. História E Diversidade, 5(2), 19. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/historiaediversidade/article/view/223

Edição

Seção

ENSINO DE HISTÓRIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: CAMINHOS DE PESQUISA (PARTE II)