IMIGRANTES E MIGRADORES: A FRONTEIRA EM MOVIMENTO

Autores

  • Márcia Solange Volkmer UNIVATES

Resumo

Este trabalho analisa o aumento populacional nas vilas de Uruguaiana, Itaqui e São Borja na segunda metade do século XIX, pontuando a chegada de milhares de imigrantes de distintas origens. Pode-se dizer que são três as principais correntes imigratórias que convergem para esse espaço: um grande número de moradores das províncias da Confederação Argentina que aí estabelecem residência; aqueles indivíduos, sobretudo militares, provindos de outras províncias brasileiras; e os imigrantes europeus. Movidos pelos negócios, constituindo família ou fugindo da guerra, esses personagens transitam pela fronteira, movimentando-se pelo espaço platino e constituindo relações transfronteiriças. Se temos os imigrantes que se estabelecem na fronteira, os migradores estão em permanente movimento.

Downloads

Publicado

16/02/2018

Como Citar

Volkmer, M. S. (2018). IMIGRANTES E MIGRADORES: A FRONTEIRA EM MOVIMENTO. História E Diversidade, 9(1), 5–19. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/historiaediversidade/article/view/2744