JOAQUIM MANUEL DE MACEDO E SUAS LIÇÕES DE HISTÓRIA GERAL PARA O BRASIL IMPÉRIO

Autores

  • Luís César Castrillon Mendes UFMT

Palavras-chave:

Ensino de História do Brasil – Espaço de experiência – Horizonte de expectativa.

Resumo

Dentre as diversas instituições fundadas no século XIX, o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e o Imperial Colégio de Pedro II, constituíram-se em agremiações, dentre outras, que se encarregaram de fundamentar um ousado projeto de construção nacional. Transitando entre esses dois lugares sociais, políticos e culturais, cabe destacar, entre muitas outras personagens, a atuação de Joaquim Manuel de Macedo (1820-1882). Neste paper serão analisadas algumas abordagens contidas em um dos seus manuais escolares de história do Brasil, a partir do referencial teórico proposto por Reinhart Koselleck (1923-2006), ou seja, um espaço de experiência de relativa estabilidade política, que abriria um promissor horizonte de expectativa para a jovem Monarquia constitucional brasileira. As lições de História do Brasil de Macedo foram escritas a partir de suas anotações de sala de aula e serviram para formar inúmeras gerações de jovens da “boa sociedade”.

 

Downloads

Publicado

10/09/2014

Como Citar

Castrillon Mendes, L. C. (2014). JOAQUIM MANUEL DE MACEDO E SUAS LIÇÕES DE HISTÓRIA GERAL PARA O BRASIL IMPÉRIO. História E Diversidade, 4(1), 14. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/historiaediversidade/article/view/30

Edição

Seção

ENSINO DE HISTÓRIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: Caminhos de pesquisa (Parte I)