TEORIA DAS RESTRIÇÕES E BALANCED SCORECARD ALIADOS COMO INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO E GESTÃO ORGANIZACIONAL

Autores

  • Claiton Pazzzini Goulart UNEMAT
  • Andrea Roveri de Carvalho UNEMAT

Palavras-chave:

Contabilidade Gerencial, Estratégia, Teoria das Restrições, Balanced Scorecard.

Resumo

Com o aumento da circulação das informações, com a evolução das tecnologias e com o crescimento do comércio, surgiu a necessidade de aprimorar o gerenciamento das organizações e reduzir os riscos na tomada das decisões. Dentro deste contexto foram criados métodos de avaliação e de gestão administrativos, dois destes métodos são a Teoria das Restrições e o Balanced Scorecard. O intuito deste estudo foi de unir estas duas ferramentas, através do tema: Teoria das Restrições e Balanced Scorecard aliados como instrumentos de avaliação e gestão organizacional. A metodologia empregada na construção deste trabalho se iniciou com a pesquisa descritiva. Quanto aos procedimentos, a metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, e o estudo de caso. Quanto à abordagem do problema, a metodologia foi a pesquisa qualitativa. Para capturar os dados relacionados à pesquisa foi utilizada a entrevista, norteada por um questionário com perguntas baseadas nas perspectivas do BSC e nos indicadores da TOC. O objetivo deste estudo é descobrir se a relação da TOC com o BSC contribui como premissas de avaliação e gestão estratégica em uma organização. Verificou-se com esta pesquisa que mesmo as empresas bem conceituadas, ainda possuem espaço para melhorar, e alcançar mais facilmente a eficácia tão almejada.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

28/02/2013

Como Citar

TEORIA DAS RESTRIÇÕES E BALANCED SCORECARD ALIADOS COMO INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO E GESTÃO ORGANIZACIONAL. (2013). Revista Contabilidade & Amazônia, 4(1), 34-48. https://periodicos.unemat.br/index.php/rca/article/view/6635

Artigos Semelhantes

11-20 de 79

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.