“A SECRETARIA DA SAÚDE ADVERTE: MACHISMO FAZ MAL À SAÚDE”: UMA ANÁLISE DA NEGAÇÃO DO ESTEREÓTIPO EM UMA CAMPANHA DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Autores

  • Pauline Pimenta Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v10i2.1804

Resumo

Este trabalho busca analisar, com base na Análise do Discurso Crítica (FAIRCLOUGH, 1999, 2003), uma campanha publicada pela Secretaria de Saúde da Prefeitura da cidade de São Paulo em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. O objetivo deste trabalho é demonstrar de que forma os recursos linguísticos foram utilizados para alcançar o objetivo da campanha que acreditamos ser o de abrir os olhos do cidadão para atitudes que ainda são tomadas em relação às mulheres. Para tanto, foi realizada uma reflexão teórica sobre o significado acional (intertextualidade e pressuposição) e o significado representacional (interdiscusividade), para, em seguida, a campanha ser analisada e ser demonstrado de que maneira houve a negação dos estereótipos encontrados. 

Referências

CHOULIARAKI, L.; FAIRCLOUGH, N. Discourse in late modernity: rethinking critical discourse analysis. Edimburgo: Edinburgh University Press, 1999.

HALLIDAY, M. A. K. (1978) Language as Social Semiotic: the social interpretation of language and meaning. London: Arnold.

FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e Mudança e Social. Coord. Tradução Izabel Magalhães. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001.

FAIRCLOUGH, Norman. Analysing Discourse: Textual Analysis for Social Research. London; New York: Routledge, 2003.

FOUCAULT, M. What is enlightenment? In: RABINOW, P. (Ed.) Michel Foucault: essential works, v. 1, Ethics. Harmondsworth: Penguin, 1994, p. 303-319.

RAMALHO, Viviane; RESENDE, Viviane de Melo. Análise de Discurso (Para A)

Crítica: O texto como material de pesquisa. Campinas: Pontes Editores, 2011.

RESENDE, V. M & RAMALHO, V. S. Análise de discurso crítica. São Paulo: Contexto, 2006.

Downloads

Publicado

2018-01-04

Como Citar

Pimenta, P. (2018). “A SECRETARIA DA SAÚDE ADVERTE: MACHISMO FAZ MAL À SAÚDE”: UMA ANÁLISE DA NEGAÇÃO DO ESTEREÓTIPO EM UMA CAMPANHA DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 10(2), 145–156. https://doi.org/10.30681/real.v10i2.1804

Edição

Seção

Artigos - Linguística Aplicada