AS DIVERSAS CORES EM MULHERES DE CINZAS: UMA ANÁLISE DAS PALAVRAS E DO QUE ELAS SIGNIFICAM

Autores

  • LARA PRAZERES INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE
  • OLAIR MUNIZ BARRETO NETO INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE
  • THIAGO SOARES DE OLIVEIRA INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE/UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO https://orcid.org/0000-0002-3078-0058

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v10i1.1881

Resumo

Derivado de comunicação apresentada no I Congresso Internacional e III Congresso Nacional de Africanidades e Brasilidades, Literaturas e Linguística, este trabalho, essencialmente analítico, tem o objetivo de analisar o livro Mulheres de Cinzas, de Mia Couto (2015), mostrando como a construção da história de uma nação étratada no enredo e refletindo sobre o manejo das línguas chope e portuguesa como reforço de identidade social e, portanto, como um recurso de marcação ideológica, apontando também como a realização linguística se dá no contexto de relação entre colonizador e colonizado. 

Biografia do Autor

LARA PRAZERES, INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE

GRADUADA EM LETRAS PELO INSTITUTO FEDERAL FLIMINENSE.

OLAIR MUNIZ BARRETO NETO, INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE

GRADUANDO EM LETRAS PELO INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE.

THIAGO SOARES DE OLIVEIRA, INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE/UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO

DOUTORANDO E MESTRE EM COGNIÇÃO E LINGUAGEM PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO (UENF). PROFESSOR DA LICENCIATURA EM LETRAS DO INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE (IFF).

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. Hucitec, 2006. Disponível em: <http://www.fecra.edu.br/admin/arquivos/MARXISMO_E_FILOSOFIA_DA_LINGUAGEM.pdf>. Acesso em: 16 de ago. de 2016.

BHABHA, Hommi. O local da cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

COUTO, Mia. Mulheres de Cinzas. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

CHAUÍ, Marilena. O que é ideologia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

DEBRAY, Regis. Critique de la raison politique. Paris: Gallimard, 1998.

FIORIN, José Luiz. Linguagem e ideologia. 6. ed. São Paulo: Ática, 1998.

LEITE, Ana Mafalda. Oralidades & escritas pós-coloniais: estudos sobre literaturas africanas. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012.

ORLANDI, Eni. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 11. Ed. CampinasÇ Pontes Editores, 2013.

RICOEUR, Paul. Interpretação e ideologias.4. ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1990.

YAGUELLO, Marina. Introdução. In: BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. Hucitec, 20

Downloads

Publicado

08/08/2017

Como Citar

PRAZERES, L., BARRETO NETO, O. M., & OLIVEIRA, T. S. D. (2017). AS DIVERSAS CORES EM MULHERES DE CINZAS: UMA ANÁLISE DAS PALAVRAS E DO QUE ELAS SIGNIFICAM. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 10(1), 124–133. https://doi.org/10.30681/real.v10i1.1881