O FUNCIONAMENTO ENUNCIATIVO DOS GENTÍLICOS NO SUDOESTE DE MATO GROSSO

Autores

  • Elisandra Benedita Szubris UNEMAT
  • Neuza Benedita da Silva Zattar UNEMAT

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v7i2.272

Resumo

Neste estudo, analisamos a formação dos nomes gentílicos a partir do processo de nomeação de cidades na região sudoeste de Mato Grosso. Conforme Guimarães (2005), entendemos que a nomeação de cidades produz sentidos de futuridade para o habitante que passa a ser designado e identificado por essa categoria, fundando assim uma relação de pertencimento do sujeito de direito com a sua terra.

 

Para citar esse artigo:

SZUBRIS, Elisandra B. ZATTAR, Neuza B. da Silva. O funcionamento dos gentílicos no sudoeste de Mato Grosso. Revista de Estudos Acadêmicos de Letras, vol. 07 n. 02, p. 66-75, Dezembro de 2014.

Referências

BENVENISTE, Émile. Problemas de Linguística Geral I: tradução de Maria da Glória Novak e Maria Luisa Neri: revisão do prof. Isaac Nicolau Salum. 5. ed. Campinas, SP Pontes Editores, 2005.

FARACO, Carlos Emílio & MOURA, Francisco Marto. Gramática da língua portuguesa. 19 ed. São Paulo : Ática, 1999.

GUIMARÃES, Eduardo. Os limites do sentido. 2. ed. Campinas, São Paulo: Pontes, 2002.

______. Semântica do Acontecimento: um estudo enunciativo designativo. Campinas, SP: Pontes, 2002b.

______. Independência e morte. In: ORLANDI, Eni Puccinelli. (Org.). Discurso Fundador. Pontes. Campinas, 1993.

HOUAISS. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

KARIM, Taisir Mahmudo. Dos nomes à história - o processo constitutivo de um estado: Mato Grosso. Tese de Doutorado. IEL, UNICAMP, Campinas, 2012.

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. 6. ed. São Paulo:Saraiva, 1997.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso, espaço, memória – caminhos da identidade no Sul de Minas. Campinas, Editora RG, 2011.

________. A fundação de um Estado: cidade de São Salvador, Brasil. In: Cadernos de Estudos Linguísticos. Instituto de Estudos da Linguagem. UNICAMP, Campinas, SP, n. 53(2), 2011.

SACCONI, Luiz Antonio. Nossa gramática completa: teoria e prática. 31 ed. São Paulo: Nova Geração, 2011

ZATTAR, Neuza. Os sentidos de liberdade do escravo nos acontecimentos de linguagem. In: Fronteira: memória e linguagem. Campinas, SP: Pontes; Cáceres, MT: Unemat Editora, 2001.

Downloads

Publicado

01/12/2014

Como Citar

Szubris, E. B., & Zattar, N. B. da S. (2014). O FUNCIONAMENTO ENUNCIATIVO DOS GENTÍLICOS NO SUDOESTE DE MATO GROSSO. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 7(2), 66–75. https://doi.org/10.30681/real.v7i2.272

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)