“A LIBERDADE ILUMINANDO O MUNDO”: UMA ANÁLISE BAKHTINIANA DAS TIRINHAS DE MAFALDA

Autores

  • Milena Gambôa
  • Brenda da Silva
  • Adrielly da Silva
  • Julianny Fonseca
  • Maria Silva

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v14.4570

Resumo

Partindo da tese bakhtiniana de que todo signo é ideológico, o presente trabalho objetivou investigar as diversas vozes posicionadas sócio-historicamente e o diálogo estabelecido entre os textos analisados e os demais discursos dispersos na sociedade. Essa reflexão se deu de modo qualitativo, tendo como corpus a série de tiras de Mafalda, “A liberdade iluminando o mundo”, na qual ressaltamos que a protagonista e os outros personagens expressam seus posicionamentos ideológicos tanto verbal quanto imageticamente. Destarte, articulamos à perspectiva dialógica de Bakhtin a concepção de multimodalidade explorada por Dionísio (2012). Como embasamento teórico, a respeito das ideias propagadas pelo círculo bakhtiniano, tomamos como aporte Bakhtin (2003a, 2003b), Barros (1994), Girola (2004) e Indursky (2000). Isto posto, pudemos resgatar as múltiplas vozes ideológicas, principalmente sociais e liberais, que dialogam com o contexto em que as tiras foram produzidas.

Referências

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: ______. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003a. p. 261-306.

______. Para uma filosofia do ato. São Paulo: Martins Fontes, 2003b.

BARROS, D. L. Dialogismo, polifonia e enunciação. In: ______; FIORIN, J. L. Dialogismo, polifonia e intertextualidade: em torno de Mikhail Bakhtin. (Orgs.). São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1994. p. 1-9.

DIONÍSIO, A. P.; VASCONCELOS, L. J. Multimodalidade, gênero textual e leitura. In: BUNZEN, C.; MENDONÇA, M. Múltiplas linguagens para o ensino médio. (orgs.). São Paulo: Parábola Editorial, 2013. p. 19-40.

GIROLA, M. K. Signo e ideologia: a contribuição bakhtiniana para a filosofia da linguagem. Língua e literatura, Rio Grande do Sul, n. 27. p. 319-322, jun. 2004.

INDURSKY, F. Reflexões sobre a linguagem: de Bakhtin à Análise do Discurso. Línguas Instrumentos Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, Editora Pontes, n. 4/5, p. 69-88, dez. 1999 - jun. 2000.

QUINO. Mafalda inédita. São Paulo: Martins fontes, 2013.

RAIZE, Juliana Teixeira. Mafalda e a História argentina: Uma análise dos anos de 1960 e 1970 através dos quadrinhos. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS DA IMAGEM, 4., 2013, Londrina. Anais [...]. Londrina: Eduel, 2013. p. 1632-1651.

ROSSI, Kassia; HENN, Ananda Gomes. Mafalda, a menina que questionou o mundo: arte sequencial como forma de resistência durante os regimes militares da América do Sul (1964-1973). In: FEIRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EXTENSÃO, 4., 2015, Videira. Anais [...]. Videira: Editora IFC, 2015.

Downloads

Publicado

30/12/2021

Como Citar

Gambôa, M., da Silva, B., da Silva, A., Fonseca, J., & Silva, M. (2021). “A LIBERDADE ILUMINANDO O MUNDO”: UMA ANÁLISE BAKHTINIANA DAS TIRINHAS DE MAFALDA. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 14(2), 22–33. https://doi.org/10.30681/real.v14.4570