FERRAMENTAS DIGITAIS, CHAT E FÓRUM, EM TUTORIA ON-LINE EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Autores

  • Rodolfo SALGADO Atua como professor e pesquisador na Universidade Save em Moçambique.

Resumo

Este artigo objetiva discutir a interação dialógica em educação a distância, propondo-se responder às inquietações da ausência de intensa interlocução em tutoria on-line entre os tutores e estudantes dessa modalidade. Por isso, apresentamos, neste artigo, as ferramentas digitais Chat e Fórum como espaços virtuais sociais de interação dialógica e, também, como um momento de aprendizagem e construção de conhecimento que oportuniza o amadurecimento de posicionamentos enunciativos no encontro com o outro no contexto da coletividade. A fundamentação teórica e metodológica é com base em Bakhtin, em uma abordagem qualitativa na ótica da pesquisa-formação e a sua análise diz respeito às enunciações do tutor e estudantes no ambiente virtual de aprendizagem da plataforma Moodle. Concluimos que ainda existem abordagens pedagógicas concebidas por tutorias monológicas caracterizadas pela falta de intensa interlocução, aumentando a distância transacional entre tutor e estudantes em tutorias online.

Palavras-chave: Dialogismo. Proposição Disparadora. Ferramentas Digitais. Tutoria On-line. Educação a Distância

Biografia do Autor

Rodolfo SALGADO, Atua como professor e pesquisador na Universidade Save em Moçambique.

Doutor em Informática na Educação pela UFRGS. Atua como professor e pesquisador na Universidade Save
em Moçambique. Grupo de pesquisa: Laboratório de Estudos de Linguagem, Interação e Cognição/Criação.
Linha de Pesquisa: Interfaces Digitais em Educação, Arte, Linguagem e Cognição. E-mail: rsallos@gmail.com

Referências

AXT, Margarete. Estudos em Linguagem Interação Cognição/ Criação (Lelic): dos deslizamentos de sentido engendrando um modo de pesquisar-formar. In, AXT, Margarete; AMADOR, Fernanda S.; REMIÃO, Joelma A. A. (Orgs.). Experimentações Ético-estéticas em Pesquisa na Educação. [e-book]. Porto Alegre: Panorama Crítico, 2016. P. 16-43. Disponível em: https://issuu.com/panoramacritico/docs/lelic2016_web. Acessado a 03 abr. 2019.

AXT, Margarete. Do pressuposto dialógico na pesquisa: o lugar da multiplicidade na formação (docente) em rede. Informática na Educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 11, n. 1, p. 91-104, jan./jun., 2008. Disponível em: http://lab.lelic.ufrgs.br/portal/images/stories/sala%20de%20aula%20em%20rede.pdf. Acessado a 13 abr. 2019.

AXT, Margarete. Comunidades virtuais de aprendizagem e interação dialógica: do corpo, do rosto e do olhar. Filosofia Unisinos, São Leopoldo, v. 7, n. 3, p. 256-268, set./dez., 2006. Disponível em: http://lab.lelic.ufrgs.br/portal/images/stories/sala%20de%20aula%20em%20rede.pdf. Acessado a 13 abr. 2019.

BAKHTIN, Mikhail M. Problemas da Poética de Dostoiévski. Trad. Paulo Bezerra. 5ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2015.

BAKHTIN, Mikhail M. Marxismo e Filosofia da Linguagem: problemas fundamentais do método sociológico da linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira, com a colaboração de Lúcia Teixeira Wisnik e Carlos Henrique D. Chagas Cruz. 16ª ed. São Paulo: Hucitec, 2014

BAKHTIN, Mikhail M. Estética da Criação Verbal. Trad. Paulo Bezerra. 6ª ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011

DELEUZE, Gilles. ¿Que és un dispositivo? In: Michel Foucault, filósofo. Tradução de Wanderson Flor do Nascimento Barcelona: Gedisa, 1990, pp. 155-161. Disponível em: http://escolanomade.org/2016/02/24/deleuze-o-que-e-um-dispositivo/. Acessado a 27 mar. 2019.

Dicionário Universal da Língua Portuguesa. 8ª ed. Lisboa: Texto Editora, LDA. 2003.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 5ª ed. Curitiba: Positivo, 2010. 2222 p

MEHLECKE, Querte Teresinha Conzi. Relações dialógicas no Ambiente de Suporte à Educação On-line: um estudo das estratégias no contexto de falantes da língua portuguesa de Portugal. Porto Alegre: UFRGS, 2006. 159f. Tese (doutorado em Informática na Educação) – Programa de Pós-graduação em Informática na Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/13075. Acessado a 14/04/2019.

Moodle versão 3.6.3. Disponível em: https://moodle.org/. Acessado a 22 abr. 2019.

MÜLBERT, Ana Luisa; et al. A interação em ambientes virtuais de aprendizagem: motivações e interesses dos alunos. Novas Tecnologias na Educação. CINTED-UFRGS. V. 9 Nº 1, p. 1-10, julho, 2011. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/renote/article/viewFile/21972/12745 Acesso em 05 abr. 2019.

MUTTI, R.M.V.; AXT, M. Para uma posição enunciativa no discurso pedagógico mediado por ambientes virtuais de aprendizagem. Interface - Comunicação. Saúde, Educação. v.12, n.25, p.347-61, abr./jun. 2008. Disponível em: http://www.ufrgs.br/lelic/index.php/publicacoes-lelic/artigos. Acessado a 12 abr. 2019.

PALLOFF, Rena M. e PRATT, Keith. Lições da Sala de Aula Virtual: as realidades do ensino on-line. 2ª ed. Trad. Fernando de Siqueira Rodrigues. Porto Alegre: Penso, 2015.

PALLOFF, Rena M. e PRATT, Keith. O Aluno Virtual: um guia para trabalhar com estudantes on-line. Trad. Vinícius Figueira. Porto Alegre: Artmed, 2004.

PETERS, Otto. Didática do Ensino a Distância: experiências e estágio da discussão numa visão internacional. Trad Ilson Kayser. São Leopoldo RS Brasil: Editora Unisinos, 2006.

SALGADO, Rodolfo C. J. A Interação Dialógica em Educação a Distância: a produção de sentido numa perspectiva (est)ética. Tese (doutorado em Informática na Educação), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação, Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação, Porto Alegre, BR-RS, 2018a. 300 f.

SALGADO, Rodolfo C. J. O Dispositivo Dialógico na Educação a Distância como Configuração de Cognição e Aprendizagem Inventiva. RELVA, Juara/MT/Brasil, v. 5, n. 2, p. 25-38, jul./dez. 2018b. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/relva/article/view/3405/2722

SALGADO, Rodolfo C. J.; ALVES, Evandro; SINGO, Félix. O Cartola e o Método Sociolinguístico: Objectos de Aprendizagem Virtuais Dialógicos e Interactivos na Aula de Língua. Revista Udziwi. CEPE-UP. Maputo. Ano V, Número 20, p. 15-25, Dezembro. 2014.

SCORSOLINI-COMIN, Fabio. Diálogo e dialogismo em Mikhail Bakhtin e Paulo Freire: contribuições para a educação a distância. Educação em Revista|Belo Horizonte|v.30|n.03|p.245-265|Julho-Setembro 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/edur/v30n3/v30n3a11.pdf. Acessado a 02 abr. 2019.

SELLI, M. S.; REMIÃO, J. A. A.; AXT, M..A escuta como possibilidade de reflexão/construção. ANAIS DO XVI SIEDUCA - Seminário Internacional de Educação, Cachoeira do Sul: ULBRA, 2012. Disponível em: http://www.ufrgs.br/lelic/index.php/publicacoes-lelic/artigos. Acessado a 05 abr. 2019.

TODOROV, Tzvetan. Prefácio à Edição Francesa. In, BAKHTIN, Mikhail M. Estética da Criação Verbal. Trad. Paulo Bezerra. 6ª ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011.

Downloads

Publicado

24/08/2021

Como Citar

SALGADO, R. (2021). FERRAMENTAS DIGITAIS, CHAT E FÓRUM, EM TUTORIA ON-LINE EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Revista De Educação Do Vale Do Arinos - RELVA, 8(1), 109–129. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/relva/article/view/5724