RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL: UM ESTUDO DOS INDICADORES SOCIAIS DAS EMPRESAS BRASILEIRAS COM FOCO NA TOMADA DE DECISÃO

Autores

  • Antonia Wigna de Almeida Ribeiro Universidade Potiguar-UNP Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN
  • Aletheia Zanow Universidade do Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
  • Ricardo Lima de Medeiros Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

DOI:

https://doi.org/10.30681/ruc.v6i11.1431

Resumo

Este artigo avalia a relação entre adoção de práticas de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) com a performance organizacional, medida pelo crescimento da receita líquida de empresas brasileiras. Para isso, foi utilizada a metodologia de dados em painel não balanceado para oitenta e oito em empresas que divulgaram seus Balanços Sociais no período de 2001 a 2005. Os resultados apontam para uma relação positiva entre RSE e crescimento da receita, o que pode ser fator motivador para que as empresas brasileiras quebrem as barreiras da RSE de forma a obter vantagem competitiva sobre os demais competidores.

Biografia do Autor

Antonia Wigna de Almeida Ribeiro, Universidade Potiguar-UNP Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN

Aluna do curso de doutorado em administração da UNP. Mestre em Administração pela UFRN; Especialista em Gestão Empresarial pela FIS; Bacharel em Ciências Contábeis pela UERN. Tem foco em estudos de avaliação de impactos, principalmente no que se refere às políticas públicas. Atualmente trabalha como professora substituta da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Aletheia Zanow, Universidade do Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

Mestre em Administração. pós-graduação em Administração de Empresas - MBA Executivo na Business School São Paulo. Bacharel em Ciências Econômicas.

Ricardo Lima de Medeiros, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

Graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005) e graduação em Medicina  Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1984). Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e médico ecocardiografista da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Cardiologia

 

Referências

ATHANASOGLOU, Panayiotis P.; BRISSIMIS, Sophocles N.; DELIS, Matthaios D. Bank-specifi c, industry-specifi c and macroeconomic determinants of bank profi tability. Journal of International Financial Markets, Institutions & Money, 18(2):121-136. 2008.

ARNT, R. Responsabilidade social: Questão de coerência. Revista Exame. São Paulo, p. 74-76, maio 2003.

ASHLEY, Patrícia A.; CARDOSO, J. G. A responsabilidade social nos negócios: um conceito em construção. In: ASHLEY, P. A. (Coord.). Ética e Responsabilidade Social nos Negócios. São Paulo: Editora Saraiva, p.2-16. 2002.

AUPPERLE, Kenneth E.; CARROLL, Archie B.; HATFIELD, John D. An empirical examination of the relationship between corporate social responsibility and profitability. Academy of management Journal, v. 28, n. 2, p. 446-463, 1985. BOWEN, Howard R.; JOHNSON, F. Ernest. Social responsibility of the businessman. Harper, 1953.

CAMPOS, Lucila Maria de Souza; MELO, Daiane Aparecida de. Indicadores de Desempenho dos sistemas Gestão Ambiental (SGA): uma pesquisa teórica. Revista Production. Vol. 18, nº 3. São Paulo, 2008.

CARROLL, Archie B. Corporate social responsibility evolution of a definitional construct. Business & society, v. 38, n. 3, p. 268-295, 1999.

CATÃO, Mr Luis. Intermediation Spreads in a Dual Currency Economy: Argentina in the 1990's. International Monetary Fund, 1998.

DAVIS, Keith.Can business afford to ignore social responsibilities? California Management Review, v. 2, n. 3, 1960.

Downloads

Publicado

31/07/2017

Como Citar

Ribeiro, A. W. de A., Zanow, A., & Medeiros, R. L. de. (2017). RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL: UM ESTUDO DOS INDICADORES SOCIAIS DAS EMPRESAS BRASILEIRAS COM FOCO NA TOMADA DE DECISÃO. Revista UNEMAT De Contabilidade, 6(11). https://doi.org/10.30681/ruc.v6i11.1431

Edição

Seção

Artigos