NEGRITUDE EM LUCIENE CARVALHO: DO CORPO DA CIDADE AO CORPO DO SUJEITO/NEGRITUDE IN LUCIENE CARVALHO: FROM THE CITY'S BODY TO THE BODY OF THE SUBJECT

Autores

  • Luana Soares de Souza UNEMAT

Resumo

A poesia de Luciene Carvalho emana uma energia vital que reconstrói o corpo negro a partir das tensões externas e internas. A poetisa retira, das experiências da existência desse corpo, matéria-prima para moldar seu universo poético. Em sua poesia encontramos imagens físicas que remetem ao corpo negro, a exemplo do cabelo crespo, mas também símbolos da resistência negra, a exemplo de Castro Alves, poeta dos escravos, e São Benedito, santo negro. Ao pautar tanto o corpo negro do sujeito poético quanto os corpos de outros negros que fizeram parte da história da luta contra o racismo, a poetisa constrói um universo que resgata uma identidade que foi histórica e sistematicamente negada pelos brancos. Nesse texto analiso alguns poemas de Luciene relacionando-os às questões referentes à corporalidade e negritude. Para tanto, utilizo-me fundamentalmente das formulações teóricas de Cuti (2010), sobre a literatura negro-brasileira, e das discussões sobre negritude propostas por Achille Mbembe (2014).

Biografia do Autor

Luana Soares de Souza, UNEMAT

Doutoranda em Estudos Literários pela Universidade do Estado de Mato Grosso, campus Tangará da Serra.

Referências

CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2006.

CARVALHO, Luciene. Caderno de caligrafia. Cuiabá: Cathedral Unicen Publicações, 2003.

____. Insânia. Cuiabá: Entrelinhas, 2009.

CUTI, Luiz Silva. Literatura negro-brasileira. São Paulo: Selo Negro, 2010.

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Salvador: EDUFBA, 2008.

FERNANDES, Florestan. O negro no mundo dos brancos. São Paulo: Difusão Europeia do livro, 1972.

GILROY, Paul. O atlântico negro: modernidade e dupla consciência. São Paulo: Editora 34, 2012.

MBEMBE, Achille. Crítica da razão negra. Portugal: Antígona, 2014.

SANTOS, Milton. Metamorfoses do espaço habitado. Fundamentos Teórico e metodológico da geografia. São Paulo: Hucitec, 1988.

____. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993.

SOUSA, Noémia de. Sangue negro. Maputo: AEMO, 2001.

Downloads

Publicado

30/12/2018

Como Citar

Souza, L. S. de. (2018). NEGRITUDE EM LUCIENE CARVALHO: DO CORPO DA CIDADE AO CORPO DO SUJEITO/NEGRITUDE IN LUCIENE CARVALHO: FROM THE CITY’S BODY TO THE BODY OF THE SUBJECT. Revista ECOS, 25(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/3311