THIAGO DE MELLO E JOSÉ CRAVEIRINHA: CONTATOS E RESSONÂNCIAS EM ECOS LIBERTÁRIOS/THIAGO DE MELLO AND JOSÉ CRAVEIRINHA: CONTACT AND RESONANCES IN ECHOES OF FREEDOM

Autores

  • Renata Beatriz B. Rolon Universidade do Estado do Amazonas

Resumo

A história do Brasil e de Moçambique são marcadas por momentos de agitação política e de perseguição àqueles que se manifestam de forma contrária aos que detêm o poder. Thiago de Mello, exilado em vários países como Chile, Argentina, Portugal, França e Alemanha, manifesta uma lírica social viva e atuante, que se coloca contra a prepotência política e os desmandos ecológicos na região amazônica. Do mesmo modo engajado José Craveirinha, por outros caminhos, tece sua poética comprometido com a realidade de seu país, colocando-se contra as amarras impostas pelo poderio colonial antes e depois da independência. Seus poemas espelham sua recusa à situação alienante de seu meio. Assim, desenvolvemos nosso estudo para comparar a realização de trabalhos poéticos onde as palavras contem a força da denúncia, a esperança da libertação e a audácia necessária para a desalienação.

Biografia do Autor

Renata Beatriz B. Rolon, Universidade do Estado do Amazonas

Universidade do Estado do Amazonas / Programa de Pós-Graduação em Letras e Artes. Doutora em Letras – Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa.

Referências

ABDALA, Benjamin. De voos e ilhas: literatura e comunitarismos. São Paulo: Atelie Editorial, 2003.

BOSI, Alfredo. O ser e o tempo da poesia. São Paulo: Cultrix, 2000.

CHAVES, Rita. Angola e Moçambique: experiência colonial e territórios literários. São Paulo: Ateliê Editorial, 2005.

CRAVEIRINHA, José. Xigubo. Maputo: Alcance editores, 2008.

CUNHA, Maria Zilda da. In artigo: “Diálogo de culturas e ressonâncias estéticas em Memórias da infância e Aprendizagens com o chão”. X Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, Arte, Cultura e Literaturas na Lusofonia, 2009.

LEITE, Ana Mafalda (org.). José Craveirinha – Antologia Poética. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

________. Oralidades & escritas nas literaturas africanas. Lisboa: Edições Colibri, 2014.

MELLO, Thiago. Faz Escuro Mas eu Canto. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1965.

_________. Estatutos do Homem. Manaus: Valer, 2011.

Melhores poemas - Thiago de Mello. Direção de Edla Van Steen. Seleção e prefácio de Marcos Frederico Kruger Aleixo. São Paulo: Global, 2009. (Coleção Melhores Poemas.)

NASCIMENTO, Cassia Maria Bezerra. A complexidade nos estatutos do homem Thiago de Mello. Manaus – AM, 2014. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia), Instituto de Ciências Humanas e Letras - Universidade Federal do Amazonas.

WELLEK, René. A crise da literatura comparada. In: CARVALHAL, Tania e COUTINHO, Eduardo (Org.). Literatura comparada: textos fundadores. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

Webgrafia

https://soundcloud.com/carlos-peninha/cantiga-do-batelao. Acesso em: 30 de abril de 2018.

Downloads

Publicado

30/12/2018

Como Citar

Rolon, R. B. B. (2018). THIAGO DE MELLO E JOSÉ CRAVEIRINHA: CONTATOS E RESSONÂNCIAS EM ECOS LIBERTÁRIOS/THIAGO DE MELLO AND JOSÉ CRAVEIRINHA: CONTACT AND RESONANCES IN ECHOES OF FREEDOM. Revista ECOS, 25(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/3314