A NEGAÇÃO NOS DEPOIMENTOS DE RÉUS EM AUDIÊNCIA CRIMINAL:UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA DA TEORIA DAS OPERAÇÕES PREDICATIVAS E ENUNCIATIVAS/THE DISCLAIMER IN THE STATEMENTS OF REPRODUCTIONS IN CRIMINAL AUDIENCE: AN ANALYSIS UNDER THE PERSPECTIVE OF THE THEO

Autores

  • Helder Regino da Costa Silva Universidade Federal do Piauí
  • Maria Auxiliadora Ferreira Lima Universidade federal do Piauí.

Resumo

 Este artigo objetiva apresentar uma análise da construção da negação em enunciados extraídos de depoimentos de réus, tendo como suporte teórico a Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas (TOPE) de Antoine Culioli. Trata-se de um recorte da pesquisa desenvolvida na dissertação de Mestrado. Situamos, inicialmente, algumas considerações teóricas sobre a modalidade e a negação na perspectiva da TOPE. Para essa Teoria, a negação se insere no primeiro grupo da categoria lingüística modalidade e resulta de marcas de operações. Posteriormente, trazemos algumas analises de enunciados de 04 réus, para as quais partimos das marcas para chegarmos a construção desse valor modal, tendo em vista o funcionamento da negação no decorrer de uma situação enunciativa que coincide com a situação de defesa do réu em processo criminal. As análises mostraram que o valor da negação se manifesta preponderantemente no exterior do domínio nocional.

Biografia do Autor

Helder Regino da Costa Silva, Universidade Federal do Piauí

Professor Mestre em Letras, área Linguística, pelo Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal do Piauí.

Maria Auxiliadora Ferreira Lima, Universidade federal do Piauí.

Professora Doutora do Curso de Letras Vernáculas da UFPI e do Programa de Pós-Graduação em Letras, área Linguística da Universidade federal do Piauí.

Referências

CAMPOS, Maria Henriqueta Costa. Tempo, aspecto e modalidade. Estudos de linguística portuguesa. Porto: Porto Editora, 1997.

_______________. Dever e Poder: um subsistema modal do Português. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1998.

_______________. A modalidade apreciativa: uma questão teórica. In: OLIVEIRA, F. e DUARTE, I. M. (Org.) Da língua e do Discurso. Porto: Campo das Letras, 2004, p. 265-281.

CÓDIGO PENAL BRASILEIRO. Decreto-Lei Nº 2.848, de 7 de Dezembro de 1940.

CULIOLI, Antoine. La communication verbale. In: L’Homme et les antres, Tome 1 de L’Encyclopédie des Sciences de l’Homme – L’Aventure Humaine. Edição : Grange. Paris, 1967.

______. Rubriques de linguistique de l’Encyclopédie.Alpha. Paris: Grane-Batelière, 1971.

______. Théorie du langage et théorie des langues. In : Actes du colloque de Tours, diffuse par les editions Peeters, Louvain, 1983, 77-88.

______. Pour une linguistique de l’énonciation. Opérations et répresentations. Tome 1. Paris: Ophrys, 1990.

DALLA PRIA, Albano. Para um direcionamento do estudo do adjetivo: os processos enunciativos de variação semântica de “falso”. Araraquara, SP, 2009. Tese (Doutorado em Letras). Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista, 2009.

LE QUERLER, Nicole. Typologie des modalités. Caen, Presses Universitaires de Caen, 1996.

MORENO, Antonio. Aspectos da Negação no Português – Uma Abordagem Enunciativa. Dissertação de Doutoramento em Linguística (Semântica). Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Lisboa, Portugal, 2005.

NEVES, Janete dos Santos Bessa. Estudo semântico-enunciativo da modalidade em artigo de opinião. Rio de Janeiro, RJ, 2006. Tese (Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2006.

____________. Corre Voz no jornalismo do início do século XIX. Jundiaí: Paco Editorial, 2012.

Downloads

Publicado

30/12/2018

Como Citar

Silva, H. R. da C., & Lima, M. A. F. (2018). A NEGAÇÃO NOS DEPOIMENTOS DE RÉUS EM AUDIÊNCIA CRIMINAL:UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA DA TEORIA DAS OPERAÇÕES PREDICATIVAS E ENUNCIATIVAS/THE DISCLAIMER IN THE STATEMENTS OF REPRODUCTIONS IN CRIMINAL AUDIENCE: AN ANALYSIS UNDER THE PERSPECTIVE OF THE THEO. Revista ECOS, 25(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/3321

Edição

Seção

LINGUÍSTICA/ LÍNGUA PORTUGUESA