A CORROSÃO EM ALEGRIA DE EDUARDO MAHON, UMA RESENHA/CORROSION IN ALEGRIA BY EDUARDO MAHON, A REVIEW

Autores

  • Divanize Carbonieri UFMT

Resumo

Alegria (2018) de Eduardo Mahon é, num certo sentido, uma história do Brasil profundo, distante dos grandes centros metropolitanos. A narrativa principal se passa na fictícia cidade de Alegria e, embora o estado ao qual pertence jamais seja nomeado, o deslocamento do narrador-protagonista revela o seu caráter longínquo, encravado no coração do país: “eu iria parar de oito em oito horas para dormir nos hotéis de beira de estrada. Dois dias de viagem seriam suficientes para chegar à rodovia federal e, de lá, seguir pela vicinal até meu novo emprego” (MAHON, 2018, p. 11). O personagem, que também não tem nome, é um médico residente na capital (qual delas?) que se muda para Alegria após ser contratado, com um alto salário, pela prefeitura local.

Biografia do Autor

Divanize Carbonieri, UFMT

Doutora da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT.

Referências

MAHON, Eduardo. Alegria. Cuiabá; Porto Alegre: Carlini & Caniato; Editora Sulina, 2018.

Downloads

Publicado

30/12/2018

Como Citar

Carbonieri, D. (2018). A CORROSÃO EM ALEGRIA DE EDUARDO MAHON, UMA RESENHA/CORROSION IN ALEGRIA BY EDUARDO MAHON, A REVIEW. Revista ECOS, 25(2). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/3329