A FORMAÇÃO DO LEITOR LITERÁRIO: DESAFIOS EDUCACIONAIS E COMPROMISSO SOCIAL DO SISTEMA ESCOLAR/THE LITERARY READER’S FORMATION: AN EDUCATIONAL CHALLENGE AND A SOCIAL DUTY OF THE SCHOOL SYSTEM

Autores

  • Gilmei Francisco Fleck Unioeste/Cascavel – PR

Resumo

Neste texto discutimos sobre a necessária aprendizagem da leitura e da escrita como meios para a compreensão e manipulação da linguagem. Tal aprendizagem, vinculada aos processos de alfabetização e letramento, segue mostrando-se ineficiente em países com fortes resquícios de colonização, como é o caso do Brasil, entre outros países latino-americanos. Defendemos a ideia de que, em sociedades fortemente estratificadas, como é o caso de ex-colônias na América Latina, a verdadeira aprendizagem da leitura e da escrita segue elitizada até nossos dias. Tal conhecimento sempre esteve vinculado ao exercício do poder e, por tanto, ficou restrito a certas camadas sociais que delas se valeram para, inclusive, perpetuar a estratificação social. Nesse contexto, a aprendizagem da leitura e da escrita apresenta-se como vias para a descolonização. Como modelo máximo de manipulação da linguagem, a leitura do texto literário, inserida nessa realidade ainda colonizada, pode contribuir de forma relevante na formação humanizadora e crítica dos cidadãos.

Biografia do Autor

Gilmei Francisco Fleck, Unioeste/Cascavel – PR

Professor Associado da Unioeste/Cascavel – PR, com atuação na graduação e pós-graduação.

Referências

ALIENDE, F.; CONDEMARIN, M. Leitura, teoria, avaliação e desenvolvimento. Porto Alegre: Artes Médicas, 1987.

CAGLIARI, L. C. Alfabetização & Linguística. São Paulo: Scipione, 1992.

CAGLIARI, L.C. Alfabetização e linguística. 2. ed. São Paulo: Scipione, 1994.

CANDIDO, A. A literatura e a formação do homem. São Paulo: Ciência e Cultura, v. 24, n. 9, p. 803-809, 1972.

CANDIDO, A. Inquietudes na poesia de Drummond. In: Vários escritos. 4. ed. (reorganizada pelo autor), São Paulo: Duas Cidades; Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2004.

FUENTES, C. El espejo enterrado. México: Fondo de Cultura Económica, 1992.

KLEIMAN, A. (org.) Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. 2.ed., Campinas, SP: Mercado de Letras, 2012.

LAJOLO, M. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. São Paulo: Ática, 1993.

LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. 6.ed. 13ª impressão. São Paulo: Editora Ática, 2008.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Oralidade e escrita. In: CONFERÊNCIA DE ABERTURA DO II ENCONTRO FRANCO-BRASILEIRO DE ENSINO DE LÍNGUA. Realizado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Natal, outubro de 1995.

MARTINS, M. H. O que é Leitura. 19.ed., São Paulo: Brasiliense, 2012.

MONTES, G. La frontera indómita: en torno de la construcción y defensa del espacio poético. Buenos Aires: F.C.E., 2001.

PETIT, M. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. Tradução de Celina Olga de Souza. São Paulo: Editora 34, 2008.

ROJO, R. Letramento e capacidades de leitura para a cidadania. São Paulo: SEE- CENP, 2004. Texto apresentado em Congresso realizado em maio de 2004. Disponível em: <http://www.debragancapaulista.educacao.sp.gov.br> Acesso em: 08 set. 2017.

SILVA, Ezequiel Theodoro da. A Produção da Leitura na Escola. São Paulo: Editora Ática, 2005.

SILVA, I. M. M. Literatura em sala de aula: da teoria literária à prática escolar. Recife: Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPE, 2005.

SOARES, M. Letramento e escolarização. In RIBEIRO, V. M. (org). Letramento no Brasil. Reflexões a partir do INAF 2001. 2 ed. São Paulo: Global, 2003. p. 89 – 114.

ZILBERMANN, R. Estética da recepção e história da literatura. São Paulo: Ática, 2004.

VARGAS LLOSA, M. La verdad de las mentiras. Buenos Aires, Aguilar, Altea, Taurus, Alfaguara, S/A, 2002.

ZILBERMANN, R. Leitura em crise na escola: as alternativas do professor. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1986.

ZUCKI, R. Letramento literário: práticas de leitura do texto literário nos anos iniciais do ensino fundamental. 2015. (159 fs.) Dissertação (Mestrado Profissional em Letras - Profletras) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Cascavel.

Downloads

Publicado

19/03/2020

Como Citar

Fleck, G. F. (2020). A FORMAÇÃO DO LEITOR LITERÁRIO: DESAFIOS EDUCACIONAIS E COMPROMISSO SOCIAL DO SISTEMA ESCOLAR/THE LITERARY READER’S FORMATION: AN EDUCATIONAL CHALLENGE AND A SOCIAL DUTY OF THE SCHOOL SYSTEM. Revista ECOS, 28(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/4385

Edição

Seção

LITERATURA