A PRÁTICA DA LEITURA ESCOLAR, EM UMA ABORDAGEM TEÓRICA DA ANÁLISE DE DISCURSO/SCHOOL READING PRACTICE IN A THEORETICAL APPROACH TO DISCOURSE ANALYSIS

Autores

  • Kelsse Nathanielly Boffulin UNEMAT
  • Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta UNEMAT

Resumo

Neste trabalho, propusemos apresentar como a teoria sustentou a proposta de intervenção produzida nas aulas de Língua Portuguesa, do 8º ano, do ensino fundamental. Valendo-nos de distintas práticas de leitura sobre a temática do consumismo, inscrevemo-nos nos domínios da Análise de Discurso fundada a partir dos trabalhos de Michel Pêcheux na França e Eni Orlandi, no Brasil, da qual mobilizamos alguns conceitos teóricos como gestos de interpretação, formação discursiva, condições de produção, com o intuito de possibilitar, em nossa prática, um modo distinto aos alunos de compreensão sobre o funcionamento da língua, pelo discurso, no processo de produção do sentido. Interessou-nos mostrar aos estudantes que a linguagem tem uma opacidade constitutiva e que os sentidos não estão fixos ao texto, mas são produzidos no jogo das formações discursivas e que, o sujeito, é constantemente interpelado pela ideologia de forma determinada. Assim, construímos com os alunos um conhecimento diferente, através de uma proposição de intervenção sobre a temática do discurso do consumismo considerando os efeitos de sentido do discurso na sociedade.

Biografia do Autor

Kelsse Nathanielly Boffulin, UNEMAT

Mestre em Letras pelo Programa de Mestrado Profissional em Letras – PROFLETRAS. Professora da Escola Estadual Wilson de Almeida, no município de Nova Olímpia-MT.

Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta, UNEMAT

Doutora em Linguística. Docente do Curso de Letras da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Professora orientadora do Programa de Mestrado Profissional em Letras – PROFLETRAS e do Programa de Pós-Graduação em Linguística. E

Referências

CORACINI, Maria José Rodrigues Faria (org). Interpretação, Autoria e Legitimação do Livro Didático: língua materna e língua estrangeira. Campinas, SP: Pontes, 1999.

GREGOLIN, Maria do Rosario. Análise do discurso e mídia: a (re) produção de identidades. Revista Comunicação, mídia e consumo. São Paulo vol. 4, n. 11, p. 11-25 nov. 2007.

GRIGOLETTO, Marisa. Leitura e funcionamento discursivo do livro didático. In: CORACINI, Maria José (org.). Interpretação, Autoria de Legitimação do Livro Didático: língua materna e língua estrangeira. Campinas, SP: Pontes, 1999, pág. 67-77.

PÊCHEUX, Michel. Papel da Memória. Trad. José Horta Nunes. Campinas, SP: Pontes, 1999, p. 48-62.

MOTTA, Ana Luiza Artiaga Rodrigues da; RENZO, Ana de. Escrita, sujeito leitor e escola: relações de poder. Revista Anpoll, América do Norte, 119, 12, 2014.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Discurso e leitura. São Paulo: Ed. Cortez; Campinas, SP: Editora da Universidade Estadual de Campinas, 1988.

_______. Discurso e Texto. Formulação e Circulação dos Sentidos. Campinas, SP: Pontes, 2001.

_______. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 4ª edição. Campinas: Pontes, 2004.

Downloads

Publicado

19/03/2020

Como Citar

Boffulin, K. N., & Motta, A. L. A. R. da. (2020). A PRÁTICA DA LEITURA ESCOLAR, EM UMA ABORDAGEM TEÓRICA DA ANÁLISE DE DISCURSO/SCHOOL READING PRACTICE IN A THEORETICAL APPROACH TO DISCOURSE ANALYSIS. Revista ECOS, 28(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/4393

Edição

Seção

LINGUÍSTICA/ LÍNGUA PORTUGUESA