A MEMÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL ENTRE A VELA E A CADEIRA DE BALANÇO: UM OLHAR CRÍTICO SOBRE A REPRESENTAÇÃO DO SOBRADO A PARTIR DA SOBREPOSIÇÃO DOS PERFIS BIBIANA/ MARIA VALÉRIA

Autores

  • Clarissa Loureiro

Resumo

Este trabalho se propõe a estabelecer um estudo da saga O tempo e o vento, observando a construção dos perfis das personagens Maria Valéria e Bibiana a partir da relação com seus objetos (a vela e a cadeira de balanço) e com o Sobrado, com o sentido de casa defendido por Gaston Bachelard que proporciona ser o espaço poético do Rio Grande do Sul. A intenção é se demonstrar como estas personagens na velhice se tornam as portadoras de uma memória viva da família Terra Cambará enquanto representação do povo gaúcho. Assim, este trabalho se baseia num estudo de memória em oposição à história que leva em consideração a visão de Maurice Halbwachs de que uma memória individual se constrói na memória coletiva e a perpetua. Analisam-se as personagens Maria Valéria e Bibiana como memórias individuais que se tornam representativas da memória coletiva gaúcha pela sua capacidade de na velhice ser a voz persistente em manter o Sobrado vivo como locus de cruzamento do passado com o presente.

Referências

A BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Paulinas, 1985.

BOSI, E. Memória de velhos. São Paulo, T.A. QUEIROZ, 1979.

BACHELARD, Gaston. Os pensadores: O novo espírito científico; A poética do espaço; seleção de textos de José Américo Motta Pessanha; traduções de Joaquim José Moura RamosSão Paulo: abril cultural, 1978.

BENJAMIN, Walter. O narrador. In: Magia e Técnica, arte e política. São Paulo: ed. Brasiliense, 2000.

BURKE, P. Cultura popular na idade moderna. 2.ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

FERNANDES, Florestan. Contribuição aos estudos sociológicos das cantigas de ninar, REVISTA BRASILIENSE, São Paulo, n.16, p.50-76, 1958.

HALBWACHS, M. Memória coletiva. São Paulo: Revista dos tribunais, 1990.

HALL, STUART. A identidade cultural na Pós-modernidade. Rio de Janeiro: DPYA, 2000.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: a problemática dos lugares. In: Projeto História. São Paulo: PUC, n. 10, pp. 07-28, dezembro de 1993.

STAIGER, Emil. Conceitos fundamentais de poética. Rio de Janeiro, 1977.

WOODWARD, K. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, T.T. (org.) Identidade e diferença – a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis. Vozes, 2000.

VERÍSSIMO, Erico. O tempo e o vento: tomo I: O Continente. 3 edição.São Paulo. Companhia das letras, 2004.

__________________. O tempo e o vento: tomo II: O Continente. 3 edição.São Paulo. Companhia das letras, 2004.

__________________ O tempo e o vento: tomo II: O Retrato. 3 edição.São Paulo. Companhia das letras, 2004.

___________________ O tempo e o vento: tomo I: O Arquipélago. 3 edição.São Paulo. Companhia das letras, 2004.

___________________ O tempo e o vento: tomo II: O Arquipélago. 3 edição.São Paulo. Companhia das letras, 2004.

Downloads

Publicado

15/09/2014

Como Citar

Loureiro, C. (2014). A MEMÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL ENTRE A VELA E A CADEIRA DE BALANÇO: UM OLHAR CRÍTICO SOBRE A REPRESENTAÇÃO DO SOBRADO A PARTIR DA SOBREPOSIÇÃO DOS PERFIS BIBIANA/ MARIA VALÉRIA. Revista ECOS, 16(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/50