AS GUERRAS MOÇAMBICANAS: OS HORRORES, OS SILÊNCIOS, AS VOZES E OS RELATOS NA FICÇÃO DE MIA COUTO/THE MOZAMBICAN WARS: THE HORRORS, THE SILENCES, THE VOICES AND THE REPORTS IN THE FICTION OF MIA COUTO

Autores

  • Edinaldo Flauzino de Matos (UNIR) UNIR – Universidade Federal de Rondônia

Resumo

No presente artigo busca-se analisar os contos: “A guerra dos palhaços” e “O abraço da serpente”, de Mia Couto. Nessa proposição, avalia-se a perspectiva histórica e ficcional na obra do escritor referente ao lugar e as funções do literário perante à temática das guerras em Moçambique, cuja conjectura metafórica das narrativas é incorporada na sua literatura por meio de relatos dos conflitos e as memórias histórico-sociais. Assim, o estudo propõe refletir os silêncios e vozes diante das guerras e a sua acepção, às vezes banal, em conjunto aos aspectos nocivos sucedidos em feridas mal saradas como resquícios de desordens envoltas em razões difusas. Essa análise encontra-se ajustada à luz dos estudos teóricos de autores e estudiosos que, de algum modo, tratam da temática literária e a sua inter-relação com as questões de lutas e conflitos na sociedade. Desse modo, pondera-se que o escritor moçambicano rememora e reescreve os tempos de guerras sincrônico e diacrônico com o objetivo de se fazer sentido sob a perspectiva de certa resiliência diante da dicotomia que incide nos silêncios e nas vozes ajustadas no construto social de seus narradores e personagens.

Biografia do Autor

Edinaldo Flauzino de Matos (UNIR), UNIR – Universidade Federal de Rondônia

Doutor em Letras na área de Literaturas em Língua Portuguesa pela UNESP – Universidade Estadual Paulista.
Mestre em Estudos Literários pela UNEMAT – Universidade do Estado de Mato Grosso. Professor efetivo da
UNIR – Universidade Federal de Rondônia, Campus de Guajará-Mirim. Líder do Grupo de Estudos Teóricos e
Literários – GESTELIT.

Referências

ADORNO, Theodor W. Crítica cultural e sociedade. In: Prismas: crítica cultural e sociedade. 2. ed. Tradução: Augustin Wernet e Jorge Mattos Brito de Almeida. São Paulo: Ática, 2001.

ASSIS, Machado. Quincas Borba. São Paulo: Ática, 1992.

BANDEIRA, Manuel. Libertinagem & Estrela da manhã. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.

CANDIDO, Antonio. Literatura e Sociedade. 8. ed. São Paulo: Publifolha, 2000.

CHERUBIM, Sebastião. Dicionário de figuras de linguagem. São Paulo: Pioneira, 1989.

COUTO, Mia. Terra sonâmbula. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

COUTO, Mia. Estórias abensonhadas. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

COUTO, Mia. A guerra na vida dos sobreviventes, dissidentes e residentes. [Entrevista concedia a] Beatriz Brandão e Maylta dos Anjos. Le Monde Diplomatique Brasil. Moçambique: Edição nº 141, 2 de abril de 2019. Disponível em: <https://diplomatique.org.br/ >. Acesso em: 1 out. 2020.

DARCH, Colin. O Conflito Moçambicano e o Processo de Paz numa Perspectiva Histórica. Tradução de Antonio Roxo Leão. Moçambique: Friedrich-Ebert-Stiftung, 2018.

EAGLETON, Terry. Teoria da literatura: uma introdução. 6. ed. Tradução: Waltensir Dutra. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FONSECA, Maria Nazareth Soares & CURY, Maria Zilda Ferreira. Mia Couto: espaços ficcionais. Belo Horizonte: autêntica, 2008.

FONTANILLE, Jacques. Semiótica do discurso. Tradução: Jean Cristtus Portela. 1. ed. São Paulo: Contexto, 2008.

FREUD, Sigmund. Escritos sobre a guerra e a morte. Tradução: Artur Morão. Covilhã: LusoSofia, 2009.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Lembrar escrever esquecer. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 2006.

GENETTE, Gérard. Discurso da narrativa. Lisboa: Vega, s.d.

GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. 3. ed. Tradução: Raul Fiker. São Paulo: Editora UNESP, 1991.

MANDELSTAM, Ossip. O rumor do tempo e viagem à Arménia. Tradução: Paulo Bezerra. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2019.

MOISÉS, Massaud. Dicionário de termos literários. 12. ed. São Paulo: Cultrix, 2013.

POLO, Leonardo. A crítica kantiana do conhecimento. Organização e apresentação: Juan A. Garcia Gonzalez. Tradução: Cassiano Medeiros Siqueira e Sérgio A. P. do Amaral. São Paulo: Escala, 2007.

REUTER, Yves. A Análise da narrativa: o texto, a ficção e a narração. Tradução de Mário Pontes. 2. ed. Rio de Janeiro: Difel, 2007.

TODOROV, Tzvetan. As Categorias da Narrativa Literária. In: BARTHES, Roland. Et al. Análise Estrutural da Narrativa. 3. ed. Tradução: Maria Zélia Barbosa Pinto e Milton José Pinto. Petrópolis: Vozes Ltda, 1973.

WALTER, Benjamin. Magia e técnica, arte e política: Ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução: Sérgio Paulo Rouanet. 3. ed. São Paulo: Brasiliense, 1987.

Downloads

Publicado

18/08/2021

Como Citar

Matos (UNIR), E. F. de. (2021). AS GUERRAS MOÇAMBICANAS: OS HORRORES, OS SILÊNCIOS, AS VOZES E OS RELATOS NA FICÇÃO DE MIA COUTO/THE MOZAMBICAN WARS: THE HORRORS, THE SILENCES, THE VOICES AND THE REPORTS IN THE FICTION OF MIA COUTO. Revista ECOS, 30(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/5688