RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA VISANDO O APRENDIZADO DO EDUCANDO

Autores

  • Irany Alves de OLIVEIRA
  • Eliete Borges LOPES

DOI:

https://doi.org/10.30681/geoambes.v2i1.4252

Resumo

Este artigo revisa por meio de uma pesquisa bibliográfica apontar alguns dos principais problemas que envolvem a família em relação à educação dos filhos, isso inclui a participação dos pais na escola e o conhecimento e opinião que eles têm sobre o ensino e aprendizagem. Compreendeu nesta pesquisa que o primeiro e mais importante agente socializador das crianças é a família. Foi necessário analisar essa relação Família-Escola, na medida em que são os dois grandes agentes responsáveis pela educação das crianças, atentando-se para as realidades em que estão imersos e tentando responder às demandas que cada um deles pode apresentar. Em última análise, o estudo apontou que família e escola tem um impacto direto na capacidade autônoma e responsável das crianças e, para que elas ocorram, é necessário que a família e a escola trabalhem em conjunto e cooperativamente, uma vez que o sucesso escolar e adaptação social das crianças são as expectativas que os pais têm sobre o desempenho acadêmico e satisfação com a educação de seus filhos na escola.
 
Palavras-chaves: Família. Escola. Responsabilidade. Ensino e Aprendizagem.

Referências

AMORIM, Celso. O Brasil e os Direitos Humanos: em busca de uma agenda positiva. Revista Política Externa. 2009, vol 18, nº 2. Acesso em: 05 dez. 2016. Disponível em: <http://ieei.unesp.br/portal/wpcontent/uploads/pdf/O%20Brasil%20e%20os%20direitos%20humanos%20%20em%20busca%20de%20uma%20agenda%20positiva%20-%20Celso%20Amorim.pdf>

ARROYO, Miguel G. Ofício de Mestre: imagem e auto-imagens. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

ASSUNÇÃO, Elizabete; COELHO, Maria Teresa. Problemas de Aprendizagem. São Paulo: Ática, 2009.

DESSEN, M. A.; POLONIA, A. da C. A Família e a Escola como contextos de desenvolvimento humano. Paidéia, v. 17, n. 36, p.21-32, 2007.

ENGUITA, F. M. Educar em Tempos Incertos. Trad. Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2004.

GENOFRE, R.M. Família: uma leitura jurídica. In: A família contemporânea em debate. São Paulo: EDUC/Cortez, 2007.

MALDONADO, Maria T. Comunicação entre pais e filhos: a linguagem do sentir. São Paulo: Saraiva 2007

NOGUEIRA, Raimundo Augusto. Mudanças na sociedade contemporâneas. Mundo Jovem. São Paulo, nº. 123, fev. 2002.

PARO V. H. Gestão da escola pública: a participação da comunidade. Revista de estudos pedagógicos, 1992.

PAROLIM, Isabel. As dificuldades de aprendizagem e as relações familiares. Fortaleza, 2003

PAROLIN, Isabel. Professores formadores: a relação entre a família, a escola e a aprendizagem. Curitiba: Positivo, 2005

PERRENOUD, P. Construir as competências desde a escola. Artmed, 1999.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar. Artmed, 2000.

PRADO, Danda. O que é família. São Paulo: Brasiliense, 1981

RODRIGUES, N. Educação: da formação humana à construção do sujeito ético. Educação & Sociedade, v.22, n.76, Out./2001.

ROMANELLI, G. Autoridade e poder na família. IN: Carvalho, M. Família contemporânea em debate. São Paulo: EDUC/ Cortez, 2005.

SYMANSKY, Heloisa. A relação família/escola: desafios e perspectivas. Brasília: Plano, 2001.

TEDESCO, J. C. O novo pacto educativo: educação, competitividade e cidadania na sociedade moderna. São Paulo: Ática, 2002.

Downloads

Publicado

19/01/2020

Como Citar

OLIVEIRA, I. A. de, & LOPES, E. B. (2020). RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA VISANDO O APRENDIZADO DO EDUCANDO. Geografia: Ambiente, Educação E Sociedades, 2(1), 113–124. https://doi.org/10.30681/geoambes.v2i1.4252

Edição

Seção

Artigos