REMANESCENTES INDÍGENAS NO PLANALTO SERRANO

Autores

  • Suelen de ANDRADE
  • Nanci Alves da ROSA

Resumo

O presente artigo refere-se ao projeto de pesquisa Remanescentes Indígenas no Planalto Serrano, proposto pelo Núcleo de Estudos Afro-brasileiros Negro e Educação (NEAB/UNIPLAC), desenvolvido no período de abril a novembro de 2017. Teve como objetivo realizar uma pesquisa bibliográfica a respeito da história e cultura dos indígenas catarinenses, especificamente aqueles que habitavam o Planalto Serrano. As etnias pesquisadas são Xoclengs e Kaigangs, que juntamente com os Guaranis forjaram as primeiras comunidades humanas na Serra Catarinense. Este trabalho de pesquisa busca compreender como se deu a limpeza étnica promovida pelos bugreiros neste território em expansão, que na busca de modernização expulsou e dizimou muitos indígenas.

Downloads

Publicado

04/12/2018

Como Citar

ANDRADE, S. de, & ROSA, N. A. da. (2018). REMANESCENTES INDÍGENAS NO PLANALTO SERRANO. História E Diversidade, 10(1), 24–40. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/historiaediversidade/article/view/3227