UNIVERSIDADE E EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA: O 3º GRAU INDÍGENA PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Autores

  • Iraci Aguiar MEDEIROS
  • Leda GITAHY

Resumo

Esse trabalho analisa uma experiência de relação movimento indígena/universidade para formação de professores indígenas, realizada na Universidade do Estado de Mato Grosso. A formação de indígenas surgiu da reivindicação do movimento indígena, e iniciou-se na UNEMAT em 2001. O artigo discute em que medida essa experiência no campo da educação escolar indígena contribui para capacitação e organização do movimento indígena, especialmente dos professores indígenas, que lutam pela transformação de suas escolas, vistas como espaço de resistência, instrumento de afirmação da identidade, sempre ligada ao tema dos direitos e da demarcação de terras.

Downloads

Publicado

04/12/2018

Como Citar

MEDEIROS, I. A., & GITAHY, L. (2018). UNIVERSIDADE E EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA: O 3º GRAU INDÍGENA PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. História E Diversidade, 10(1), 137–151. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/historiaediversidade/article/view/3234