CURAR E HIGIENIZAR O SERTÃO DO ANTIGO EXTREMO NORTE GOIANO (ATUAL NORTE TOCANTINENSE): OS MISSIONÁRIOS CATÓLICOS ORIONITAS E SUAS ESTRATÉGIAS DE CATOLICIZAÇÃO PELA SAÚDE

Autores

  • Raylinn Barros da SILVA

Resumo

O objetivo deste estudo é refletir o processo sanitário e de higienização feito pelos missionários católicos orionitas na região do antigo extremo norte goiano – atual norte tocantinense – a partir da década de 1950 e como eles utilizaram desse processo como instrumento de catolicização da região. As fontes analisadas foram de natureza secundária: relatos de memória escritos pelos próprios missionários orionitas. Esses registros receberam tratamento crítico a partir de contribuições de autores que transitam na seara da história cultural. Cremos que uma das justificativas para este estudo é a necessidade de historicizar essas fontes, que mesmo sendo secundárias, podem, a partir de uma metodologia crítica, contribuir para compreensão do processo de catolicização da região realizado pelos missionários naquele espaço e contexto histórico.

Downloads

Publicado

04/12/2018

Como Citar

SILVA, R. B. da. (2018). CURAR E HIGIENIZAR O SERTÃO DO ANTIGO EXTREMO NORTE GOIANO (ATUAL NORTE TOCANTINENSE): OS MISSIONÁRIOS CATÓLICOS ORIONITAS E SUAS ESTRATÉGIAS DE CATOLICIZAÇÃO PELA SAÚDE. História E Diversidade, 10(1), 182–201. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/historiaediversidade/article/view/3237