Percepção de enfermeiros sobre saúde e meio ambiente adquirida na formação acadêmica/ Perception of nurses on health and the environment acquired in academic training/ Percepción de enfermeros sobre salud y medio ambiente adquirida en la formación...

Autores

  • Valéria Cristina Menezes Berrêdo Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Hélida Rafaela Siqueira Brito Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Luana Cristina Richelly Pereira Bittencourt Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Débora Aparecida da Silva Santos Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Michele Salles da Silva Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

DOI:

https://doi.org/10.30681/25261010

Palavras-chave:

Saúde Ambiental, Enfermeiros, Formação Profissional

Resumo

Objetivo: analisar a percepção do enfermeiro sobre a relação entre saúde e meio ambiente adquirida durante sua formação acadêmica. Método: realizou-se um estudo com abordagem quantiqualitativa, com 28 enfermeiros atuantes na Atenção Básica do Município de Rondonópolis-Mato Grosso. Os dados foram coletados por meio de formulários impressos analisados por meio da análise de conteúdo e estatística descritiva simples. Resultados: verificou-se que, embora a maioria dos participantes (64,29%) tenha referido satisfação com o conhecimento adquirido sobre saúde e meio ambiente durante a graduação, poucos possuiam familiaridade com o tema, haja vista que somente 7,15% souberam relacionar a saúde ao ambiente ecossistêmico. Os resultados apontaram para uma visão superficial do enfermeiro sobre o assunto, a qual está atrelado a visão simplista e reducionista gerada durante a formação profissional. Conclusão: foi revelada uma fragilidade das universidades em conduzir de forma efetiva esse entendimento, logo cabe ao enfermeiro arriscar-se no aprofundamento do conhecimento sobre saúde ambiental, para realizar medidas que venham favorecer a sustentabilidade e a saúde do homem atrelada às questões ambientais, numa visão mais ampla e mais crítica.

Biografia do Autor

Valéria Cristina Menezes Berrêdo, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Enfermeira Docente. Doutora. Universidade Federal de Mato Grosso, Curso de Enfermagem/ICEN. Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil.

Hélida Rafaela Siqueira Brito, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Enfermeira. Especialista. Universidade Federal de Mato Grosso, Curso de Enfermagem/ICEN. Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil.

Luana Cristina Richelly Pereira Bittencourt, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Enfermeira. Especialista. Universidade Federal de Mato Grosso, Curso de Enfermagem/ICEN. Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil.

Débora Aparecida da Silva Santos, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Enfermeira Docente. Doutora. Universidade Federal de Mato Grosso, Curso de Enfermagem/ICEN. Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil.

Michele Salles da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Enfermeira Docente. Doutora. Universidade Federal de Mato Grosso, Curso de Enfermagem/ICEN. Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil.

Referências

Takayanagui AMM. Gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. In: Philippi Jr., Arlindo (editor). Saneamento, saúde e ambiente: fundamentos para um desenvolvimento sustentável. Barueri, SP: Manole; 2005.

Ianni AMZ, Quitério LAD. A questão ambiental urbana no programa de saúde da família: avaliação da estratégia ambiental numa política pública de saúde. Ambient soc. 2006; 9(1):169-80.

Ribeiro MCS, Bertolozzi MR. Reflexões sobre a participaçao da enfermagem nas questões ecológicas. Rev esc enferm USP. 2002; 36(4):300-8.

Santos FRC. Saúde e seus atravessamentos. Conexões PSI. 2013; 1(1):11-21.

Augusto LGS, Tambellini AT, Miranda AC, Carneiro FF, Castro H, Porto MFS, Rigotto RM, Schütz GE. Desafios para a construção da “Saúde e Ambiente" na perspectiva do seu Grupo Temático da Associação Brasileira de Saúde Coletiva. Ciênc saúde colet. 2014; 19(10):4081-9.

Pereira FGF, Ataíde MBC, Caetano JA. Saúde ambiental e promoção da saúde: experiência de ensino na enfermagem. Ensino saúde ambient. 2012; 5(3):18-25.

Ferreira IS, Antunes AM. Educação ambiental: construindo conhecimentos sobre a problemática dos agrotóxicos. Ensino saúde ambient. 2014; 7(2):28-45.

Lópes Fernándes MT, Pastor Torres E, Sánchez Sauco MF, Ferrís I Tortajada J, Ortega García JA. Environmental health nursing. Experience in a pediatric environmental health specialty unit. Enferm Clin. 2009; 19(1):43-7. Epub 2009 Feb 4.

Brasil. Portaria n°466/2012. Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa com seres humanos. Brasília (DF): Conselho Nacional de Saúde; 2012. Diário Oficial da União de 13 de junho de 2013, seção 1, página 59.

Gusdorf G. Prefácio. In: Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago; 1976.

Beserra EP, Alves MDS, Pinheiro PNC, Vieira NFC. Educação ambiental e enfermagem: uma integração necessária. Rev bras enferm. 2010; 63(5):848-52.

Lopes MSV, Ximenes LB. Enfermagem e saúde ambiental: possibilidades de atuação para a promoção da saúde. Rev bras enferm. 2011; 64(1):72-7.

Siqueira-Batista R, Rôças G, Gomes AP, Albuquerque VS, Araújo FMB, Messeder JC. Ecologia na Formação do Profissional de Saúde:Promoção do Exercício da Cidadania e Reflexão Crítica Comprometida com a Existência. Rev bras educ méd. 2009; 33(2):271–5.

Patricio KP, Oliveira TS, Ribeiro JTR, Medeiros TM, Cruvine MCFP, Miguel MM et al. Meio Ambiente e Saúde no Programa PET-Saúde: Interfaces na Atenção Básica. Rev bras educ med. 2011; 35(3):341-9.

Cezar-Vaz MR, Muccillo-Baisch AL, Soares JFS, Weis AH, Costa VZ, Soares MCF.Nursing, environment and health conceptions: an ecosystemic approach of the collective health production in the primary care. Rev latinoam enferm. 2007; 15(3):418-25.

Bruzos GAS, Kamimura HM, Rocha SA, Jorgetto TAC, Patrício KP. Meio ambiente e enfermagem: suas interfaces e inserção no ensino de graduação. Saúde soc. 2011; 20(2): 462-9.

Viero CM, Camponogara S, Sari V, Erthal G. Percepção de docentes enfermeiros sobre a problemática ambiental: subsídios para a formação profissional em enfermagem. Texto & Contexto enferm. 2012; 21(4):757-65.

Camponogara S, Kirchhof ALC, Ramos FRS. Uma revisão sistemática sobre a produção científica com ênfase na saúde e meio ambiente. Ciênc saúde colet. 2008; 13(2):427-39.

Pinotti R. Educação ambiental para o século XXI: no Brasil e no mundo. São Paulo: Blucher; 2010.

Coimbra JAA. Considerações sobre a interdisciplinaridade. In: Philippi JR A, Tucci CEM, Hogan DJ, Navegantes R. Interdisciplinaridade em Ciências Ambientais. São Paulo: Signus Editora; 2000.

Cervo MC, Ramos HÂC. Conhecimento do enfermeiro sobre atuação em saneamento básico no Programa de Saúde da Família do Município de Guarapauva. Espaç saúde. 2006; 7(2):17-23.

Downloads

Publicado

20/12/2018

Como Citar

Menezes Berrêdo, V. C., Siqueira Brito, H. R., Richelly Pereira Bittencourt, L. C., da Silva Santos, D. A., & Salles da Silva, M. (2018). Percepção de enfermeiros sobre saúde e meio ambiente adquirida na formação acadêmica/ Perception of nurses on health and the environment acquired in academic training/ Percepción de enfermeros sobre salud y medio ambiente adquirida en la formación. Journal Health NPEPS, 3(2), 476–491. https://doi.org/10.30681/25261010

Edição

Seção

Artigo Original/ Original Article/ Artículo Originale